Sexta, 02 de Dezembro de 2022
Follow Us

É preciso negociar, sim, uma transição, amigo e admirado “mais novo” Ju Martins. Sem isso, com ou se pandemias, continuaremos a ser um país de “donos” e de excluídos. E um país assim, isso não é teoria, não avança.

Adalberto Costa Júnior é o próximo Presidente da República. Nenhuma dúvida resta e, se já a escolha está feita pelo soberano povo angolano, a grande frente unida contra a ditadura e tirania é o grande vencedor do biggle match pela verdade, transparência e democracia.

Perda de foco e de memória não é melhor se tratar? Dizer assim tanta coisa sem nexo, um discurso completamente confuso com sinais de perda de raciocínio como quem as vezes se esquece do que está falar.

Não seria nada agradável para ninguém assistir um presidente dito da república mesmo sem o mínimo de qualidades para o cargo que ocupa . Pior do que isso, um completamente vazio intelectualmente logo nessa fase final.

Terça, 26 Julho 2022 19:55

O MPLA por detrás de um motim

Não é preciso, para concluir que os acontecimentos de sábado podiam ser evitados, muitos estudos.

A tanta falta de escrúpulos, atinge o auge da perversidade: Desde há quase 50 anos que o MPLA usa e abusa dos dinheiros dos angolanos para se matarem uns aos outros, para se comprarem e se venderem as suas consciências.

Se ainda existia alguma dúvida em relação à fragilidade do Governo de João Lourenço, o que parece pouco provável, tudo ficou agora dissipado.

No próximo dia 24 de agosto terão lugar as quintas eleições gerais em Angola. As anteriores ocorreram em 1992, 2008, 2012 e 2017. Como é sabido as primeiras (1992) deram origem ao recrudescimento da guerra civil, enquanto as restantes foram ganhas com maior ou menor vantagem pelo MPLA.

Página 8 de 299