Quinta, 06 de Mai de 2021
Follow Us

Sábado, 19 Dezembro 2020 10:21

Namíbia enfrenta segunda onda da Covid-19

A Namíbia certamente está lutando contra uma segunda onda de Covid-19 que já matou 164 namibianos, enquanto mais de 17.000 infecções foram relatadas durante esta semana.

Em uma tentativa de conter a propagação do vírus, que teve um recorde de 363 novos casos, o Presidente da República da Namíbia, Hage Geingob, anunciou medidas rigorosas para as próximas duas semanas, incluindo limitar as reuniões públicas a 50 pessoas dentro de casa e 100 para fora.

Geingob disse que as novas medidas se deviam principalmente, ao que ele descreveu como a “atitude despreocupada e relaxada” exibida pelos cidadãos namibianos nas últimas semanas.

Em um curto período de apenas 15 dias, Geingob, que deu uma actualização à Nação está semana sobre Covid-19, disse que o país registrou 13 mortes e 2 425 infecções, elevando o total de infecções registradas para 16 913 com 14 981 recuperações, 1 765 casos activos, e 164 mortes.

“Dados os desenvolvimentos nas últimas semanas, é vital tomar as medidas necessárias para garantir que nossa resposta seja adequada para enfrentar o desafio.

Agora é evidente que a Namíbia está passando por uma segunda onda de infecções crescentes por Covid-19”, afirmou.  Ele disse que o número de internações hospitalares relacionadas à Covid-19 aumentou drasticamente em diferentes partes do país.

O número de Covid-19 e mortes relacionadas também aumentou nas últimas semanas. Neste contexto, Geingob afirmou que é imperativo que algumas emendas aos regulamentos sejam afectadas para suprimir a disseminação da Covid-19 no país e, esperançosamente, gerar mudanças no comportamento público.

As novas medidas vão decorrer até 30 de dezembro de 2020.  Isto vai depender de caso durante   período do Natal.

O número de reuniões públicas é reduzido do limite actual de 200 para um máximo de 50 pessoas em ambientes internos e um máximo de 100 pessoas em ambientes externos, por vez.

É uma exigência que os convocadores e organizadores de tais reuniões mantenham registros dos participantes em cada reunião, registrem a temperatura corporal dos participantes em tais registros e forneçam instalações para os convidados lavarem as mãos com sabão ou higienizá-las.

Geingob também pediu que o uso correto de máscaras permaneça obrigatório em todos os ambientes públicos. Ele, portanto, indicou que proprietários de lojas de varejo, escritórios, bares, e locais de entretenimento, entre outros encontros, devem garantir que as pessoas que entram ou estejam presentes em suas instalações cumpram os regulamentos de saúde pública, como o uso correto de máscaras faciais, distanciamento físico, higienização ou lavagem das mãos.

Bares, boates, cassinos e todos os restaurantes devem fechar para negócios às 22h. No que diz respeito ao transporte público de passageiros, todos os motoristas e passageiros devem usar máscaras durante a viagem.

Além disso, ele acrescentou, a fiscalização é crítica para garantir a adesão a essas medidas de saúde pública em locais públicos, e as agências de aplicação da lei são, por meio deste instrumento, orientadas a enviar pessoal e garantir o cumprimento.

“A pandemia Covid-19 está conosco e todas as indicações são de que ela existirá por muito mais tempo. Por isso, como Nação, devemos aprender a conviver com a Covid-19.

A única maneira de fazer isso, para proteger famílias, vizinhos, comunidades, nosso país e a nós mesmos, é cumprir fielmente as medidas em vigor.

Nossas ações nas próximas semanas determinarão a trajetória de nossa batalha contra esse inimigo invisível”, enfatizou Geingob. Geingob apelou a todos os namibianos para que tornassem sua responsabilidade pessoal e coletiva derrotar a Covid-19.

Ele aproveitou a oportunidade para desejar a todos uma boa viagem e um bom período de festas.

“Cumpra os protocolos de segurança para Covid-19. A todos os usuários das estradas, especialmente os motoristas, gostaria de dizer que mantenham os limites de velocidade legais e outras regras de trânsito.

Mais especificamente, respeite as distâncias de seguimento seguras e apenas ultrapasse quando for seguro fazê-lo.

As vidas de nosso povo são preciosas. Vamos prevenir fatalidades evitáveis em nossas estradas nesta temporada de férias do Natal. Vamos proteger uns aos outros e dar as mãos para suprimir a disseminação da Covid-19 em nosso país” disse Geingob.

Por Temba Museta

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up