Sábado, 24 de Fevereiro de 2024
Follow Us

Terça, 25 Julho 2023 15:29

Sonangol diz que produção petrolífera angolana está “estável” e “sem declínios acentuados”

A petrolífera estatal angolana Sonangol disse hoje que a produção petrolífera do país tem estado “estável e sem declínios acentuados” nos últimos tempos, fruto de ações em curso que têm permitido travar o declínio.

“Têm sido tomadas uma série de ações que têm estado a estabilizar o progresso do declínio, portanto, se têm estado a acompanhar, não há um declínio hoje que traga os níveis de produção abaixo de cerca de um milhão de barris/dia”, disse hoje o presidente da comissão executiva da Unidade de Negócios Trading Shipping da Sonangol, Luís Manuel.

Em declarações aos jornalistas, à margem da cerimónia de apresentação dos resultados das exportações petrolíferas angolanas no segundo trimestre de 2023, o responsável referiu que a produção petrolífera “tem estado estacionária já há algum tempo”.

“Por isso, não devemos neste momento afirmar que é um declínio que tem estado a ser na proporção, por exemplo, da variação do preço do Brent e que impacta nos resultados que temos estado a reportar”, sublinhou.

Para Luís Manuel, os volumes exportados por Angola e o preço médio do petróleo bruto no mercado internacional constituem os fatores mais relevantes em relação ao resultado que o país tem estado a alcançar.

“A nossa produção tem estado estável e sem declínios acentuados, ultimamente temos estado na cifra de um milhão e pouco [de barris por dia]”, insistiu.

Angola exportou um total de 94 milhões de barris de petróleo no segundo trimestre de 2023, avaliados ao preço médio ponderado de 76 dólares (68 euros), e arrecadou 7,1 mil milhões de dólares (6,5 mil milhões de euros).

Os dados referentes às realizações das exportações angolanas de petróleo bruto e gás referentes ao segundo trimestre de 2023 foram apresentados hoje pelo Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás angolano.

De acordo com o ministério, o volume de petróleo bruto exportado representa um aumento de 6,71% comparativamente ao trimestre anterior e uma diminuição de 9,47% em relação ao trimestre homólogo.

Comentando os referidos números das exportações petrolíferas, o presidente da comissão executiva da Unidade de Negócios Trading Shipping da Sonangol considerou que o incremento das exportações face ao primeiro trimestre não se traduz em superior encaixe monetário.

“O que define o resultado do ponto de vista monetário, o valor bruto, é o preço médio registado no segundo trimestre, que foi inferior em cerca de 3 dólares face ao preço médio do petróleo bruto registado no primeiro trimestre”, rematou Luís Manuel.

Angola é o segundo maior produtor de petróleo da África subsaariana, depois da Nigéria.

Rate this item
(0 votes)