Domingo, 05 de Fevereiro de 2023
Follow Us

Quinta, 08 Dezembro 2022 23:11

Governador do Uíge recusa-se a receber deputados da UNITA

O governador da Uíge, José Carvalho da Rocha, recusou se a receber uma delegação parlamentar da UNITA que se encontra em visita de trabalho aquela província, disse o maior partido da oposição.

O coordenador da delegação David Álvaro disse que “infelizmente ficamos quase uma hora junto do governo provincial, nem água vai nem água vem, só mais tarde é que estão a dizer que não queriam nos receber porque o governo central não comunicou a eles que haviam de chegar aqui deputados”

Álvaro disse que um membro do protocolo do partido deslocou-se à administração onde também não foi recebido.

O líder do grupo parlamentar da UNITA disse que esta atitude das autoridades locais demonstra “nervosismo”.

“Eles sabem que se nós agirmos junto do povo, para eles isso é um problema sério”, disse acrescentando que o partido no poder deve evitar “separatismo” em questões envolvendo os deputados que são todos representantes do povo angolano.

David Álvaro, assegurou que apesar dos constrangimentos, o grupo parlamentar da UNITA, vai cumprir com a sua agenda de trabalho na província do Uíge, dos quais contam as visitas a Universidade Kimpa Vita, Instituto Superior Politécnico do Uíge, Hospital Geral do Uíge, visitas às igrejas e a Feira Municipal.

A VOA contactou o gabinete de comunicação social do Governo provincial do Uíge, que prometeu se pronunciar oportunamente sobre o assunto, mas não fez de imediato qualquer comentário.

Mesma cena em Cabinda

A governadora de Cabinda, Mara Quiosa, é acusada de ter rejeitado receber na sede do Governo Provincial de Cabinda, a comissão de deputados do Grupo Parlamentar da UNITA que esta quinta-feira, 08, iniciou uma agenda de trabalho àquela província, soube o Novo Jornal.

Segunda a UNITA, antes do início das suas actividades, foi solicitado documentalmente um encontro com a governadora Mara Quiosa para uma saudação e breves discussões dos principais problemas que afectam a população de Cabinda, mas, infelizmente, a número 1 da província não os recebeu.

Segundo o deputado da UNITA, Lourenço Lumingo, que faz parte da comissão, e desabafou nas redes socais, postos em Cabinda, os deputados foram informados por um dos funcionários do Governo da Província de que a governadora e os seus vices estavam ocupados.

"Tristes com a situação, tentámos contactar o director do seu gabinete, infelizmente, não atendeu o telefone. Contactámos também o novo administrador municipal de Cabinda, o seu director do gabinete, informou-nos também que ele não tinha disponibilidade para nos receber", desabafou o político.

No Namibe encontro sem problemas

Delegações parlamentares da UNITA estão em visitas de trabalho a várias províncias do país e no Namibe a delegação avistou-se com a Governadora em exercício, Ema da Silva.

O dirigente da delegação da UNITA, Luís de Nascimento, falando após o encontro condenou a acção dos orgãos de informação estatais ou ligados ao estado angolano que, segundo disse, não fazem a cobertura das actividades do partido, o que faz com que os angolanos não tenham conhecimento em tempo útil sobre o posicionamento dos deputados da bancada parlamentar da UNITA. VOA

Rate this item
(0 votes)