Sábado, 25 de Setembro de 2021
Follow Us

Quarta, 26 Mai 2021 22:02

Eugénio Manuvakola enaltece pedido de perdão do PR

 Eugénio Manuvakola Eugénio Manuvakola

O político Eugénio Manuvakola, do partido UNITA, considerou, esta quarta-feira, em Luanda, “soberana e sublime” o pedido de perdão à Nação do Presidente João Lourenço, pelos acontecimentos do 27 de Maio de 1977.

Em declarações à imprensa, no final da cerimónia, o político expressou que a iniciativa teve sentido de oportunidade e lembrou que o 27 de Maio sempre foi um acontecimento por explicar.

No entender do antigo secretário-geral da UNITA, o Presidente João Lourenço começou bem, tendo acrescentado que “foi bom ter estendido a iniciativa aos acontecimentos ocorridos depois das eleições de 1992”.

Igualmente presentes ao acto, os familiares das vítimas dos conflitos ocorridos no país, de 11 de Novembro de 1975 a 04 de Abril de 2002, sublinharam o gesto do Presidente João Lourenço.

Maria da Piedade, viúva do músico David Zé, afirmou ser um gesto positivo do Presidente da República que põe fim as incertezas sobre o que se terá passado com o marido.

Na mesma ocasião, Sónia Eduardo Gomes Francisco, filha do falecido comandante Bakalof, disse que “se o Presidente pede desculpas, então o Estado está desculpado”.

Sónia de Francisco adianta que esperou com ansiedade por este dia.

“Gratificante o pedido de perdão. Estamos de coração limpo para perdoar e dar continuidade”, expressou Carolina de Andrade, sobrinha do malogrado músico Artur Nunes.

António Urbano de Castro, filho do finado cantor Urbano de Castro, considerou o gesto grandioso que chega 44 anos depois.

Testemunham a cerimónia o vice-presidente da República, Bornito de Sousa, o presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias do Santos, entre outras entidades.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up