Sábado, 24 de Fevereiro de 2024
Follow Us

As tensões nacionais, regionais e internacionais, assim como a presença do terrorismo internacional e transnacional, grupos de mercenários e outras organizações paramilitares anti status quo, deixam em alerta constante os governantes, actores estatais e não estatais da comunidade internacional, no que tange, efectivamente, o reforçamento da própria segurança Nacional, sobretudo no âmbito da segurança Militar e seus serviços de inteligência na prevenção e protecção das instituições do Estado.

Apesar do alarido criado pelas Mídias controladas pelo MPLA e a barulheira sinfônica das bocas de aluguer cooptadas pelas secretas, em torno da votação do aumento dos subsídios de instalação e de fim de mandato dos deputados, atacam única e inegavelmente como responsável do acto a UNITA.

Sábado, 08 Julho 2023 09:23

Perdido na tempestade...

A radicalização no modo de agir de membros da cúpula do MPLA, não ajuda de modo nenhum a limpar a sujeira criada pelo partido dos camaradas e pelo seu presidente.

Quarta, 05 Julho 2023 10:06

As trocas e baldrocas dos deputados

Aqui fica um aviso aos deputados, vivemos momentos de total desinformação, sabemos todos que as Mídias, controlados pelo estado trabalham e servem apenas a uma organização o MPLA e a um senhor, o presidente do MPLA e de todas coisas.

A crise económica, que estamos a viver, deixa à mostra a ineficácia dos discursos da diversificação da economia e a excessiva demora na alteração da nossa mentalidade imediatista, que privilegia a importação em detrimento da produção nacional.

Só cabe debater agora, centrando o debate em direção a realização das eleições autárquicas para 2024.

A globalização fez com que tudo ficasse interligado: a política, a economia, o comércio, a cultura, o desporto, a arte, o sistema judiciário e a própria diplomacia jurídica e judiciária, que na última década tem ganhado relevância e destaque no sistema internacional, onde vários Estados juntos têm traçado estratégias de cooperação diferenciada no âmbito jurídico e judiciário à vantagem recíproca, de modo a vincular áreas de interesses dentro das suas próprias administrações de Estado, tornando possível a integração entre as diversas ordens jurídicas estatais e as ordens jurídicas internacionais em uma só, sem que haja entre elas uma relação de hierarquia.

O «Constitucional», um dos três tribunais superiores que compõe o vértice da pirâmide do sistema judicial angolano, assinalou na passada sexta-feira 15 anos da sua existência.

Página 10 de 320