Terça, 28 de Junho de 2022
Follow Us

Segunda, 06 Dezembro 2021 08:09

Dias difíceis para Isaias Samakuva - Graça Campos

Recebido no Conselho da República com um caloroso “espero que desta vez venha para ficar”, afinal há, no MPLA, quem vê em Isaías Samakuva uma astuta raposa que devora o galo e atira as culpas à água e um manhoso xadrezista que joga simultaneamente em três tabuleiros:  num descredibiliza o Tribunal Constitucional; no outro diaboliza e descredibiliza o MPLA e no último instrumentaliza o ‘ingénuo” Adalberto Costa Júnior.

E pelo meio ainda leva com a acusação de ser o mentor dos queixosos que foram ao TC requerer o adiamento do congresso da UNITA e de estar descontente com a suspensão de José Pedro Katchiungo.

O “pobre” do Samakuva vê, ainda, destapado todo o jogo, que neste momento consiste em preparar Katchiungo e Rafael Savimbi para candidatos da UNITA às presidenciais de 2022.

E para conhecimentos dos pioneiros da OPA e dos jovens da JMPLA, os adultos do MPLA recordaram que Samakuva foi o “antigo elo na relação da UNITA com os sul-africanos” do apartheid.

É caso para dizer que Samakuva não tem dias fáceis.

Em circunstâncias como esta, o nosso Bonga lembrar-se-ia, certamente, da  máxima popular segundo a qual “banga mbote sakidila xoto”.

Por Graça Campos

Rate this item
(1 Vote)