Domingo, 25 de Outubro de 2020
Follow Us

Sexta, 31 Julho 2020 19:31

Banco Kwanza convoca assembleia-geral para dissolução voluntária da instituição angolana

O Banco Kwanza Investimento, que tem como principal acionista o empresário suíço-angolano Jean-Claude Bastos de Morais, convocou para 31 de agosto uma assembleia-geral extraordinária para dissolver a sociedade, segundo um anúncio publicado no Jornal de Angola.

A assembleia-geral (AG) extraordinária convocada a pedido do acionista maioritário tem como ponto único deliberar sobre a dissolução do banco, que deverá acontecer nos 90 dias subsequentes à apresentação desta proposta ao Banco Nacional de Angola e a nomeação de uma comissão liquidatária.

Caso, no dia e hora marcados, não se encontre presente ou representado mais de 50% do capital social com direito de voto será reunida uma nova AG no dia 17 de setembro.

O empresário, presidente e fundador do grupo Quantum, que geria o Fundo Soberano de Angola, era sócio de José Filomeno dos Santos, filho do ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos, e esteve em prisão preventiva cerca de seis meses, acusado dos crimes de associação criminosa, recebimento indevido de vantagem, corrupção e participação económica em negócios.

Foi libertado em março de 2019, depois de chegar a acordo com o Estado angolano, que na altura anunciou ter recuperado 2,3 mil milhões de dólares em ativos financeiros e outros mil milhões de dólares, a favor do Fundo Soberano de Angola, com todo o património imobiliário, constituído por empreendimentos hoteleiros, minas de ouro, fazendas e resorts sediados em Angola e no exterior.

O Banco Kwanza Invest registou perdas líquidas na ordem de 515 milhões de kwanzas (790 mil euros), no exercício económico de 2019, segundo um relatório de contas auditado da empresa, citado pela agência noticiosa angolana Angop.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up