Segunda, 17 de Mai de 2021
Follow Us

Quarta, 24 Março 2021 11:13

Ismael Mateus conselheiro do PR pressiona PCA da ENDIAMA E.P para despedir metade dos trabalhadores

A Endiama, vive supostamente um clima de tensões entre os Administradores, Directores e Trabalhadores em geral, tudo por causa do considerado "super director e único sábio" Ismael Mateus, no Comando desta empresa que passa a vida a dar péssimos conselhos ao PCA da empresa, Ganga Júnior.

Segundo uma denúncia feito para Angola24Horas, desde 2018 que foi nomeado Director do gabinete de marketing, comunicação e eventos, Ismael Mateus passa a vida a jogar uns contra outros, começando mesmo pelo conselho de administração, os directores e demais trabalhadores.

Conforme ainda as alegações, este combate contra todos e olha os outros com desprezo, sobretudo os directores das outras áreas, como se fosse o único que sabe tudo em relação à outras direcções, aproveitando-se da sua amizade com o PCA da empresa para insinuar coisas na sua cabeça.

"Foi com essas ideias arrogantes que ele fez a cabeça do PCA para exonerar a ex-directora da área jurídica, actual ministra do trabalho, a directora da fundação brilhante para colocar lá um homem da sua confiança, também mandou retirar as competências financeiras ao administrador do pelouro, tudo só para alimentar os seus interesses", lê-se na mesma denúncia.

Ismael Mateus, quando não é correspondido nos seus desejos de imposição, tem alegadamente ameaçado ser membro do conselho da república e com acesso ao Palácio Presidencial, pelo que não tem dificuldades para falar com presidente João Lourenço.

"Como os do mal não se cansam e nem se contentam com pouco, agora o super director Ismael Mateus está pressionar o PCA para despedir metade dos trabalhadores da Endiama, em quase todas as reuniões do conselho de direcção, ele reclama existir muitos trabalhadores na empresa", lê-se ainda.

O desejo de Ismael Mateus, segundo relata a denúncia, aumentou ainda mais agora que a Endiama pretende mudar para o edifício da De Beers, por causa do actual prédio estar a precisar de obras de reparação, achando este que o PCA deve aproveitar durante esse processo de mudança de instalações para determinar a redução do pessoal, onde cada direcção só deverá levar pouco menos de 10 trabalhadores e o restante deve ir para casa onde vão aguardar até que as obras do edifício da Endiama estejam concluídas.

Com essa medida, o director de marketing, Ismael Mateus pretende efectivar o seu desejo de ver a maioria dos trabalhadores no olho do desemprego, tal como sempre se manifestou em muitas ocasiões.

O também conselheiro do presidente da República, João Lourenço, terá feito outra proposta ao PCA, no sentido de mandar os trabalhadores à casa e retirar os subsídios que estes têm.

"Esse comportamento do super director está a mexer com todos na empresa, nas reuniões do conselho de direcção só ele pode, sabe e fala bonito, todos os pedidos que faz ao conselho de administração passam, nunca lhe reprovam nada, mesmo que a ideia não seja oportuna, aliás, foi assim que levou a empresa gastar dinheiro desnecessário para pintar um prédio que está cheio de rachas e elevadores cansados que avariam minutos em minutos", avança o documento.

Infelizmente, observa, parece que até o próprio PCA ainda não deu conta da jogada do super director, talvez porque o lado de amizade com super director fala mais alto na hora, do que o lado profissional ou do chefe e subordinado.

Refere igualmente que os conselhos de Ismael Mateus, sempre foram contra o bem-estar dos trabalhadores, aliás, é isso que sempre demonstrou nas reuniões do conselho de direcção, sobretudo quando se debate assuntos que têm a ver com os trabalhadores. "O super director faz e desfaz, as incertezas na Endiama passaram a ser o pão do dia, todos têm medo de um só".

"Os trabalhadores só estão se perguntar aonde anda a comissão sindical? Os membros da comissão sindical foram silenciados, não se vê nenhuma acção dos membros do sindicato diante desta situação, quanto será é que custou o silêncio dos membros da comissão sindical? Por que perderam a força com que começaram antes? Precisamos de uma intervenção superior, presidente João Lourenço, o problema não é com PCA, o problema é com seu conselheiro emprestado como super director na Endiama. Quem na verdade manda na empresa, o PCA ou o super director Ismael Mateus? Por quanto tempo mais ele vai mandar na Endiama?", conforme os trabalhadores.

Este colectivo de trabalhadores, apela a que Ismael Mateus, foca-se apenas nas tarefas que lhe foram confiadas no dia da nomeação e deixar os trabalhadores a vontade.

"Usa o seu conhecimento ajudando a empresa a progredir e ser uma referência pela positiva e não pela negativa, uma empresa que coloca o homem na linha das suas prioridades. Cumpre com as regras da empresa, respeita as fronteiras das outras direcções, pára de influenciar negativamente as decisões do PCA", enfatizam.

Caso contrário, prometem finalmente, iremos todos nós os trabalhadores da Endiama fazer manifestações em frente da sua casa, até que chega o dia da sua exoneração e deixar-nos livres tal como nos encontrou.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up