Sexta, 12 de Agosto de 2022
Follow Us

Quinta, 04 Agosto 2022 15:23

UNITA interrompe acto de mobilização em Luanda após presença de policiais armados no meio da população

O maior partido da oposição angolana, UNITA, nesta quinta-feira, 04 de Agosto, em Luanda, viu-se obrigado a interromper, repentinamente, uma actividade política, tendo evocado motivos de segurança.

Segundo vídeo posto a circular na página oficial do Secretário Provincial da UNITA em Luanda, Nelito Ekuikui, este partido optou por interromper a sua actividade em Viana por motivos de segurança, após polícias de guarda fronteira armados "até aos dentes", terem entrado no meio das pessoas e intimidarem os militantes por razões desconhecidas.

Contacto por Angola24horas, o deputado Ekuikui confirmou a ocorrência dos factos, salientando que pararam com a actividade por motivos de segurança e, no sentido de evitar conflitos.

Também, assegurou que não há razões para a Polícia Nacional de Angola fazer coberturas dos seus actos políticos com armamentos pesados e intimidar seus militantes e simpatizantes, em pleno período de Campanha eleitoral.

"Porque será? Porque razões colocam a nossa polícia, que por lei deveria ser republicana, a fazer este papel ridículo?", questionou, admirado o secretário provincial da UNITA em Luanda, Nelito Ekuikui.

Entretanto, no vídeo que circula no seu oficial Facebook, é possível observar a presença de Efectivos da Polícia de Guarda Fronteiriça, armados, "aos empurrões" com os cidadãos civis que se faziam acompanhar de demais membros da UNITA, naquela parcela da capital angolana.

Rate this item
(1 Vote)