Quinta, 20 de Janeiro de 2022
Follow Us

Quarta, 08 Dezembro 2021 12:38

VIII Congresso do MPLA com candidato único arranca amanhã

O VIII Congresso Ordinário do MPLA arranca amanhã, quinta-feira, 09, com a participação de mais de 2000 delegados e um único candidato à presidência da organização, o actual presidente João Lourenço.

O Governo Provincial de Luanda (GPL) já avisou que a circulação rodoviária estará condicionada durante os três dias do conclave.

A decorrer sob o lema "MPLA por uma Angola mais desenvolvida, democrática e inclusiva", a abertura do congresso está marcado para as 09:00 na sala principal do Centro de Conferências de Belas e tenda adjacente, onde são esperados mais de 2800 participantes. O Governo Provincial condicionará o trânsito a partir da madrugada, por volta das 05:00, "na via correspondente à entrada do restaurante Vista Mar ou antiga Citroen", segundo um comunicado do GPL.

No documento, o Governo Provincial de Luanda avisa que os automobilistas terão apenas à disposição uma das vias de circulação, que funcionará para ambos os sentidos.

No dia anterior à data de abertura persiste a dúvida quanto à presença do presidente emérito do partido, José Eduardo do Santos, que regressou a Angola a 14 de Setembro.

Nas redes sociais circulam já informações que dão conta de que José Eduardo dos Santos manifestou indisponibilidade para participar no congresso do seu partido, depois de ter sido abordado, na sua residência no bairro Miramar, em Luanda, por uma "delegação de bons ofícios" constituída por entidades religiosas que se apresentou igualmente como "mediadora" para um possível encontro entre o JES e João Lourenço.

Sobre o conclave sabe-se, para já, que o futuro Comité Central, que sairá deste congresso, vai passar de 497 para 693 membros, com paridade de género e uma forte aposta em jovens entre os 18 e os 35 anos, e contará com 340 membros pela lista da continuidade e 353 pela lista da renovação, com lugares cedidos por alguns membros integrantes da luta de libertação nacional e da clandestinidade, que, voluntariamente, deixaram vagas à nova geração.

O futuro Comité Central terá mais de 35% de jovens, entre os 18 e os 35 anos, lê-se no comunicado final da VII sessão extraordinária do órgão do partido, que aconteceu ontem, terça-feira, 07.

Na reunião, foi igualmente aprovada a resolução sobre a lista da composição dos membros do Comité Central e dos respectivos suplentes, bem como a resolução sobre a candidatura de João Lourenço ao cargo de presidente do MPLA, para o qual concorre sozinho.

"O Comité Central expressou o seu total apoio à candidatura do camarada João Lourenço ao cargo de presidente do MPLA pela sua dedicação e contribuição para a unidade e coesão no seio do partido, princípios que contribuem para que o MPLA continue a ser o maior e o principal agente das transformações políticas, económicas e sociais de Angola", lê-se no documento.

Este órgão deliberou ainda que a aprovação das listas de candidatos a presidente do partido e para membros do futuro Comité Central fosse feita por mão levantada, devendo a mesma ser feita por voto secreto no VIII congresso ordinário do partido.

"O Comité Central reiterou o seu apoio ao camarada João Lourenço, presidente da República de Angola e titular do poder executivo e encoraja-o a continuar a implementar ações em prol do desenvolvimento do país, do bem-estar dos cidadãos, da paz, da reconciliação nacional, da estabilidade e da integração regional e internacional", lê-se por último na nota.

Para o último dia do conclave está previsto um acto de massas, presidido pelo líder do MPLA, João Lourenço, no Estádio Nacional 11 de Novembro. NJ

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up