Quarta, 20 de Outubro de 2021
Follow Us

Quarta, 15 Setembro 2021 12:15

A transição está longe de ser pacífica entre Eduardo dos Santos e JLo - Ilídio Manuel

O ex-presidente angolano, José Eduardo dos Santos, regressou ao país, esta terça-feira, 14 de Setembro, dois anos depois de ter estado ausente, vindo de Barcelona, Espanha.

O facto de a sua vinda à Angola não ter sido um destaque, no principal serviço noticioso da Televisão Pública de Angola ( TPA ), faz que analistas políticos e demais cidadãos reagindo à volta do assunto estranhem a figura a que JES se tornou muitíssimo pouco tempo depois de ter deixado o poder.

José Eduardo dos Santos, até onde se pode saber, não foi recebido nem pelo vice-presidente da República de Angola, já que o titular do poder Executivo, seu sucessor, João Manuel Gonçalves Lourenço encontra-se em missão de trabalho no interior do país.

Nesta ocasião, o analista político e jornalista angolano, Ilídio Manuel referiu que, por altura, José Eduardo dos Santos estará a questionar-se onde tinha a cabeça quando indicou o seu substituto.

"A transição está longe de ser pacífica", considerou Ilídio Manuel.

Por outra, aliás devido à ocorrência, Ilídio Manuel questionou se a TPA 1, a mãe de todas as TPA, incluiu JES no mesmo pacote dos "rejeitados da UNITA", tendo ainda procurado saber se há uma explicação para o "apagamento" noticioso do "Emérito"?

Nesta terça-feira, 14, José Eduardo dos Santos manifestou-se grato pela recepção, sem no entanto, mencionar instituição ou pessoas singulares e disse estar de volta ao país de cabeça erguida e coração aberto, cuja vinda à Angola tem por missão a continuidade de trabalho pelo país e para os angolanos.

"De cabeça erguida e de coração aberto estamos de volta ao país para continuar a fazer por Angola e para os angolanos. Obrigado pela recepção. Estendo-lhe minhas mãos, segure-as se precisar. E, obrigado por tudo! Juntos Por Angola", conforme JES.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up