Domingo, 19 de Setembro de 2021
Follow Us

Terça, 03 Agosto 2021 16:10

UNITA diz que geração mais nova reconhece cada vez mais justeza das lutas de Savimbi

A UNITA considerou que as gerações mais novas “reconhecem a justeza das lutas de Jonas Savimbi”, líder fundador do maior partido da oposição angolana, que hoje completaria 87 anos.

Numa mensagem por ocasião da data, a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) sublinha que entre 1992, quando se realizaram as primeiras eleições em Angola, e 2002, ano em que morreu em combate Jonas Savimbi, apesar das adversidades nacionais e internacionais, o seu líder fundador “foi um firme promotor da paz, para a qual doou inclusive a própria vida”.

“Hoje, mesmo as gerações mais novas reconhecem a justeza das lutas de Jonas Savimbi e a sua causa ganha, cada dia, mais simpatias”, referiu a nota.

Segundo a UNITA, “como homem de pensamento e sobretudo de ação, os seus feitos marcaram ‘ad eternum’ a história de Angola e conquistaram admiradores, indefetíveis seguidores e também inimigos que, felizmente, são cada vez mais reduzidos em número”.

Os 87 anos do nascimento de Jonas Savimbi estão a ser comemorados pela UNITA, sob o lema “Fiéis ao pensamento de Jonas Savimbi - Mobilizemos os patriotas para a alternância do poder".

Para a UNITA, “é justo afirmar” que o seu líder fundador viveu para ser “um excecional despertador de consciências, um patriota, um nacionalista e um pan-africanista do mais alto quilate, um visionário perspicaz, um raro revolucionário de extraordinária coragem: intelectual, moral e física”.

“Um verdadeiro líder transformador, carismático e de vanguarda, um generoso distribuidor de saberes, um incansável difusor de convicções e um servo da liberdade para o homem universal”, acrescenta-se na nota.

“Por isso, Jonas Savimbi é a inesgotável fonte de inspiração da nossa força anímica de modo a trabalharmos, sem cessar, para o triunfo do seu projeto de sociedade para Angola”, sublinha o partido.

Jonas Malheiro Savimbi nasceu em 03 de agosto de 1934, na localidade de Munhango, província do Bié, e foi morto em combate pelas forças armadas angolanas a 22 de fevereiro de 2002.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up