Segunda, 15 de Abril de 2024
Follow Us

Quinta, 22 Junho 2023 11:17

Oportunos oportunistas

Aprendi ao longo da vida, que a ignorância excessiva só é possível combatê-la com a aplicabilidade da ciência, já o fanatismos político e ou religioso, somente se combate com a realidade emergente da obviedade objectiva factual.

É reconhecida a evidência que Angola, atravessa os piores momentos desde a sua criação como país independente.

Após o doloroso parto do qual resultou a independência política de Angola, a memória independentista dos angolanos foi mortalmente atingida, ao ponto de a transformar no pressagio da desgraça exasperante inaudita.

As pessoas tornaram-se involuntariamente depressivas, a fome e a miséria tomaram de assalto a vida dos angolanos.

A cidadania foi castrada a verdade desvaneceu-se e a mentira converteu-se apressadamente numa esfuziante epifania, por sua vez, a oportunidade pariu com sucesso o oportunismo selvagem.

A riqueza e a prosperidade, deixaram de ser uma dádiva de Deus.

Alguns mangas de alpaca, vergonhosamente submissos ao rei que há seis anos vai nu, tomaram de assalto o erário público e os poderes da república. O judiciário foi sequestrado e constituiu-se no antro oficial dos coiotes corruptos.

O legislativo transformou-se no secretariado para os assuntos parlamentares do executivo.

No vai e vem de casos insólitos que acontecem um pouco por todo país, Angola foi de facto transformado num quartel geral, onde o ditador demonstra toda opulência do seu poder totalitário.

Nunca em momento algum, aqueles que acusam hoje a UNITA, de ter a responsabilidade originaria da revolta resultante da súbita subida do preço da gasolina em mais de 80%, jamais acusaram alguma vez o ditador de nunca cumprir às inúmeras promessas eleitorais!

Também não se conhece de onde emergiram as ratazanas que acusam em uníssono falsamente a UNITA de ser a mãe da revolta popular acontecida.

Afinal, foi por acaso a UNITA, que subtraiu a verdade política e a transformou numa mirabolante mentira? É a UNITA quem controla os preços e a inflação galopante dos produtos alimentares?

A UNITA é a responsável da revolta das mamãs zungueiras?

Foi a UNITA a responsável pelos assassinatos ocorridos no Huambo?

Então, se assim é, porque razão as ratazanas escondidas em fazendas no Huambo, oferecidas pelas secretas, não socorreram as vítimas de assassinato na referida província do Huambo?

Qual as razões dessas miseráveis ratazanas aparecem agora a acusar os jovens da JURA de serem responsáveis da manifestação de 17/06/2023?

Por outro lado, será que os jovens da JURA, não têm direito a exercitar o seu direito inalienável de cidadania?

Será que os jovens da JURA não têm sentimentos, tão pouco sentem dor provocada pela fome e miséria por que passa a maioria do povo angolano?

Os angolanos têm consciência e sabem bem, que o país foi colocado nos serviços intensivos, e dali não será retirado sem luta. Temos todos consciência que o premio maior de ver Angola livre, democrática e restaurada, é preciso lutar sem nada questionar. Só dessa forma se poderá reverter o actual quadro de miséria e fome.

Apesar das muitas batalhas já travadas em prol das liberdades democráticas e pelo estado de direito democrático, outras grandes batalhas se avizinham e terão de ser lutadas bravamente para não sucumbirmos. De uma coisa todos cremos e temos certeza absoluta, o povo angolano despertou do sono do tempo e não deseja voltar ao estado deprimente de demência espiritual.

Por certo, os espíritos dos nossos ancestrais não habitam no coração das víboras cobardes nem no das ratazanas retardadas.

Ora, se por acaso ser-se da UNITA significa lutar pelo povo sofrido, roubado humilhado, oprimido e assassinado, então, sobre esse intenção, não há problema nenhum, assim, somos sim da UNITA.

Ninguém precisa de autorização das autoridades para ser da UNITA!

Quem tem medo de ser apontado como cidadão da UNITA e por conseguinte libertador dos oprimidos, esses que se juntem ao opressores. Sejam assim aptos servos daqueles que praticam o terrorismo de estado.

Aqueles que foram mandatados pelo inferno para causar dor aos angolanos, e nada querem fazer para que as liberdades democráticas sejam uma realidade em Angola, a esses recomenda-se que se juntem aos opressores e ladrões do erário público do MPLA.

Essas interpostas pessoas mesquinhas e sem inspiração divina, que se juntem aos assassinos do dr Jonas Malheiro Savimbi, M'Flupinga Lando Victor, Adão da Silva, dentro outras vítimas, que tombaram as mãos do MPLA.

Afinal, quem quer de verdade, permanecer próximo de ratos e ratazanas esguias, que se masturbam e gozam com a morte dos nossos irmãos, esses e outros oportunos oportunistas, que comungam dos mesmos princípios e bebem do mesmo cálice da maldição, vão todos juntos para o raio que os partam.

Nós, os combatentes das liberdades, serenamente permanecemos nas fileiras da grande luta pela democratização de Angola.

Estamos juntos.

By Raul Diniz

Rate this item
(0 votes)