Quinta, 03 de Dezembro de 2020
Follow Us

Domingo, 25 Outubro 2020 21:03

A manifestação do dia 24, ou a revolução Obrigatória

A manifestação do dia 24 foi um acto democrático contra o “Desemprego e o alto custo de vida”, uma marcha pacifica sangrentamente reprimida pela policia do regime dictatorial de JLO, e qualquer pessoa que duvide disto esta a ser acusado de ser um Bofia do Regime e um lambedor de botas do sistema, porque, afinal meus amigos, a Democracia se define pela crença no grupo Revolucionário que se diz ser a favor da “democracia”.

Não importa que as imagens de manifestantes sorridentes a colocar contentores no meio da estrada, acender pneus em plena estrada de Catete ou a apedrejar agentes da policia estão disponíveis para todos verem nas redes sociais, provando que foi uma arruaça violenta, basta olhar com seus próprios olhos, tens de acreditar nas boas intenções dos activistas pela democracia que estão a lutar pela Democracia.

Culpa foi da polícia por segurar os activistas nas mãos e os obrigar a serem arruaceiros violentos, afinal de conta qual era a outra opção? Dar lição de cidadania com Ghandi e resistir de forma pacifica e sem violência, expondo a polícia ao ridículo? Não sejas parvo, os nossos activistas Revús estão sem paciência, precisam saciar seu desejo de revolução já e agora! Eles olham com inveja as grandes manifestações na Nigéria e nos Estados Unidos e ficam com as cuecas todas húmidas.

Não sabes que o MPLA não tem mandato do povo porque sempre fez fraude nas eleições? Até pode ser verdade, apesar de até hoje a UNITA e outros partidos da oposição nunca apresentarem provas concretas de fraude, mesmo que tenha indícios de fraude, porem quando que eu votei para que este tal de Dito Dali fale em meu nome? Em que eleição alguém votou para os Revús como representante do Povo?

Eu mandei o senhor sacrificar sua vida para ser “activista”? Não, por isto eu não lhe devo obediência e muito menos sou obrigado a me rever em uma manifestação que foi marcada por violência e anarquia.

“A polícia causou a violência ao impedir a manifestação”, dirão os ditos activistas, porem se a vossa reação contra policias armados foi usar violência, qual será a vossa reação contra civis desarmados que discordam de vossa política? Será a mesma violência e a mesma prepotência de pretender falar em nome do Povo que o MPLA tinha durante seus anos de Marxismo Leninista, chamada de “Dictadura Democrática”, em que o Partido, e agora os activistas, se dizem a voz do povo e não aceitam qualquer tipo de discordância.

Sejamos claro, o seu direito de protestar contra o estado do Pais não supera meu direito de andar livremente pela via publica e o meu direito de ter uma opinião diferente, mesmo que isto te ofende a tua pressa que chegar ao Poder. Sim eu creio que o Governo não tenha toda a culpa pelo custo de vida e pelo desemprego em Angola, e até acho que a promessa eleitoral de JLO de criar 500.000 postos de trabalhos foi uma mentira, porem a culpa do mentiroso se adiciona a vergonha de quem caiu nela. Porem eu não estou a queimar um pneu na rua da tua casa, a apedrejar tua família e a exigir o direito de falar em teu nome, como os nossos Revús.

Por Roboredo Garcia

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up