Terça, 22 de Setembro de 2020
Follow Us

Sábado, 12 Setembro 2020 10:29

Será que o povo angolano acha "mesmo" que está a viver numa democracia?

Lamentavelmente, acho que, o MPLA e o seu executivo conseguiram projetar para que as "mentiras" soem a verdades. Mas até quando será que este povo vai acordar e deixar de apoiar este sistema que demonstrou corromper esta NAÇÃO?

Por favor, como não ficar revoltado com tanta estupidez, incompetência, hipocrisia, pobreza, miséria, corrupção e atentados contra a nossa soberania, sem esquecer os nossos direitos, pois é mais DEVER do que DIREITO. Sinceramente, "Mas que jorre a equidade como uma fonte e JUSTIÇA como uma torrente que não seca, de acordo Amos 5:24".

Povo angolano, será que jamais teremos crescimento e desenvolvimento econômicos e social relevantes e assinaláveis em Angola, enquanto se mantiver este regime político e partidário de cariz "cloptocrata" e social-parasita. Tristemente, é mesmo lamentável, pois, este país (Angola) poderia ser um PARAISO, se a classe política não se tivesse com certeza aproveitado da boa vontade do povo angolano.

É "mesmo" uma classe política dominada por autênticos irresponsáveis, gente sem escrúpulos e completamente amorais, como dizem. Mas até quando o povo angolano vai permitir esta situação que já dura 45 anos?

Realmente, é triste e lamentável, em vez de dominar os acontecimentos, são dominados por eles. Temos um executivo e povo "bonhonhos". Pois, não é necessário ser um professor universitário, ou, até mesmo, um político para perceber que, o partido político no PODER já começou a fazer uma política "suja" (campanha) bastante tempo. Felizmente, o executivo angolano tem vindo a inaugurar tantas infra-estruturas econômicas e sociais no país. Agora, o que não se percebe é o porquê existe tanta pobreza, miséria, FOME e desemprego? Afinal de contas, o que se passa? Tantas nomeações e exonerações para quê?

Lamentavelmente, se estamos a viver num país democrático, então, é óbvio que, estamos a viver numa crise terrível de democracia. Tristemente lamento e cá estou novamente sem "sono", chorando pelo sofrimento de muitos angolanos. Não é normal, o que o nosso país está a viver. Não é a minha intenção lutar no espaço político - partidário, mas se tudo continuar assim, com certeza, serei mesmo obrigado entrar, para combater todos os males que assolam o nosso país, combater esse mesmo sistema que vive de parasitismo do aparelho do Estado, ou seja, da coisa pública. Igualmente, tenho sim como objectivo através do meu e vosso projecto RÁDIO JORNAL& TV DIGITAL - É O POVO A FALAR. Porque é triste saber que, Angola contínua a ser um país rico em recursos naturais e minerais, como têm estado a dizer os nossos governantes, mas, com mais 20 milhões de pobres e miseráveis. Sinceramente, ainda não estou aqui para agradecer a todos que me felicitaram e me presentearam com pequenos símbolos de apoio ao projecto, ontem (11 de Setembro), o dia do meu aniversário. Sim, Eu, Elias Manuel Muhongo, nascido ao 11 de Setembro de 1984, em Luanda capital de Angola, esquerdino (canhoto), diferente de muitos homens. Ou seja, utilizo mais os membros esquerdos do que os membros direitos para os meus afazeres, sou mesmo um "esquisito" e "estranho", até, chego mesmo a pensar que , sou um "extraterrestre" por ver igualmente as coisas diferentes, sem dúvidas, as minhas qualidades são notáveis. É muita pena dos nossos governantes.

Por favor, é necessário que haja pessoas com os "tomates" pela crise que o país vive. Angola precisa com certeza de pessoas que comecem a libertar e despertar este povo, este executivo, estes partidos políticos e este Estado "cegos", "surdos" e "mudos", que durante 45 anos, depois da Independência Nacional de Angola, a Educação e a Saúde se transformaram numa "merda". E é realmente o resumo que podemos fazer. O povo é igualmente culpado, é ignorante, é formatado pelos partidos políticos do nosso país. E cada angolano tem sempre um partido político no coração, esquecendo de colocar Angola no coração!

É impossível não ficar revoltado...

Por Elias Muhongo ( Cidadão e Pesquisador)

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up