Sábado, 22 de Junho de 2024
Follow Us

Sexta, 15 Dezembro 2023 17:33

Lider da UNITA defende medidas contra vandalização de bens públicos no país

O presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, defendeu, esta quinta-feira, em Mbanza Kongo, província do Zaire, uma actuação severa e equidistante dos órgãos de justiça contra a vandalização de bens públicos no país.

Em declarações à imprensa, após um encontro de cortesia com membros do Governo Provincial, no âmbito da sua visita partidária de três dias ao Zaire, disse ser grave a destruição, por indivíduos desconhecidos, de torres de energia eléctrica de alta tensão.

Pediu, para isso, maior fiscalização e responsabilização dos cidadãos que assim procedem, para quem os bens alheios e do Estado devem ser respeitados.

“Os órgãos de justiça devem actuar, agir e dar tratamento igual a quem quer que esteja envolvido nestas práticas”, salientou.

O presidente da UNITA defendeu, também, o reforço do diálogo institucional no país, para que as diferentes forças políticas e organizações da sociedade civil interajam em questões de interesse nacional.

“O poder e a oposição não são inimigos. São uma parte de um mesmo espaço”, vincou, para quem a oposição deve fazer o seu papel para que o poder tenha um pouco mais de atenção.

Reforçou, na ocasião, a necessidade da implementação urgente do poder local, com a realização de eleições autárquicas no país.

O programa da visita da delegação da UNITA, que integra altos dirigentes do partido a nível central e deputados à Assembleia Nacional, insere-se no programa partidário de proximidade com os militantes.

A jornada reserva, ainda hoje, encontros de cortesia com o bispo da diocese de Mbanza Kongo, dom Afonso Vicente Kiaziku, e com o núcleo local das autoridades tradicionais do Lumbu (Corte Real Kongo), assim como com a direcção do partido na região e membros da sociedade civil.

No sábado, a comitiva da UNITA parte para o município do Soyo, onde cumprirá uma agenda idêntica.

Governador aberto ao diálogo

O governador do Zaire, Adriano Mendes de Carvalho, afirmou que sempre esteve aberto a receber e interagir com os membros da oposição política e da sociedade civil, para abordar questões que visam o desenvolvimento da região nos mais variados domínios.

Ao reagir a afirmação do presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, segundo a qual existe ainda no país um défice de diálogo institucional, Adriano Mendes de Carvalho disse que nunca recebeu pedido para interagir com qualquer político da oposição na região.

Rate this item
(0 votes)