Quinta, 19 de Setembro de 2019
Follow Us

Sexta, 06 Setembro 2019 19:45

Desemprego jovem vale 53,8%, aumenta nos meios urbanos mas baixa nas áreas rurais

Em termos globais o desemprego voltou a crescer, cifrando-se em 29%, as camadas jovens, dos 15 aos 24 anos apresentam uma taxa de 53,8%, aumenta nas cidades, 39,3%, e decresce no meio rural, 14,3%. As mulheres continuam a ser mais penalizadas, 30,3% estão desempregadas, enquanto que nos homens a taxa é de 27,3%.

Os dados do INE para o 1.º semestre de 2019 mostram que o desemprego no País continua a aumentar, embora de forma ligeira, passando 28,8% no final de 2018 para 29% no início de Julho deste ano. Nas cidades o crescimento é maior, passou de 36,5% para 39,3%, contrastando com a taxa das zonas rurais, que baixou dos 16,2% para os 14,3%.

As mulheres são as mais afectadas, 30,3% estão desempregadas, apesar do valor ter decrescido ligeiramente, no final do ano era de 30,9%. O desemprego masculino continua a crescer ao longo de toda a última década, em 2010 era de 8,2%, seis anos depois o valor atingiu os 18,8%, e no final do 1.º semestre deste ano atingiu os 27,5%.

A faixa da população mais atingida continua a ser a dos jovens, sendo que o INE avança que 53,8% dos jovens entre 15-24 anos estão desempregados. Uma realidade preocupante, que é olhada de outra forma pelo Governo. "O Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, está atento aos indicadores do Emprego e Educação, que demonstram que 59,2% dos jovens entre os 15-24 anos estão a estudar, 12,5% estuda e trabalha e 16,5% não estuda nem trabalha", avança o secretário de Estado do Trabalho e Segurança Social, Manuel Moreira.

Para entender os números é necessário primeiro entender o conceito que está subjacente à pesquisa do INE. Consideram-se desempregados, e contam para os números do desemprego os maiores de 15 anos que no período em referência se encontravam simultaneamente nas seguintes situações - não tinham trabalho remunerado, mas tinham procurado activamente no mínimo nas três semanas anteriores, e ao mesmo tempo se encontram disponíveis para aceitar um trabalho remunerado ou não.

Ou seja, só são considerados desempregados aqueles que de forma empenhada procuraram trabalho e estão disponíveis para aceitar desde já um emprego. Expansão

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up