Domingo, 26 de Mai de 2024
Follow Us

Terça, 14 Mai 2024 13:56

UNITA pede reforço da segurança face a “intimidação” de deputados da oposição angolana

A UNITA manifestou hoje “preocupação e indignação” face ao que classificou como atentado contra um dos seus deputados, apelando ao reforço da segurança e sugerindo que existe um plano para intimidar os deputados do maior partido da oposição angolana.

Em causa está um incidente envolvendo o deputado do círculo provincial de Malanje Carlos Xavier Lucas, cuja viatura foi atingida com disparos, na segunda-feira.

Segundo uma nota de imprensa do grupo parlamentar da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), o deputado saiu ileso, mas está a ser assistido no hospital devido à subida da tensão arterial.

“O pior só não aconteceu por causa da atenção e pronta intervenção do motorista e da escolta”, sublinha a UNITA, instando as autoridades a tomarem medidas para reforçar a segurança dos deputados e dos cidadãos, cada vez mais expostos a atos de crime organizado, “alguns com motivações inconfessas”.

A UNITA lembra que, há menos de um mês, uma caravana de deputados foi atacada no Longa, município do Cuito Cuanavale (província do Cuando Cubango), em circunstância ainda por esclarecer.

“Noutras circunstâncias, os presumíveis autores já teriam sido apresentados publicamente”, diz o partido, sublinhando que “esta situação aumenta a certeza de se tratar de um plano devidamente elaborado para intimidar e limitar a ação dos deputados do grupo parlamentar da UNITA”.

Na altura, a UNITA atribuiu o ataque a elementos do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), o partido no poder desde 1975.

Rate this item
(0 votes)