Segunda, 15 de Julho de 2024
Follow Us

Quarta, 15 Novembro 2023 15:11

Africell prevê duplicar número de torres de telecomunicação

A operadora de rede móvel Africell prevê, em 2024, duplicar o número de torres de comunicação e expandir o seu serviço para mais quatro províncias do país.

Actualmente a empresa possui 700 torres e está implantada nas províncias de Luanda, Benguela, Huíla e Cuanza Sul, segundo anunciou hoje, quarta-feira, em Luanda, o novo CEO (Director Executivo) da empresa, Jorge Vasquez,durante um encontro de confraternização que manteve com jornalistas para a sua apresentação.

A empresa prevê igualmente expandir os serviços para mais quatro províncias, que serão anunciadas na véspera da inauguração.

Informou que cada torre tem um custo médio avaliado em 150 mil dólares, valor que não inclui os custos de investimentos na rede e na formação de quadros, entre outros.

Actualmente a Africell utiliza cinco por cento de torres de outros parceiros, os restantes 95 por cento foram construídas de raíz, o que não permite uma expansão mais rápida.

Em outros países, acrescentou, as empresas constroem torres com possibilidade de serem usadas por outras empresas, facto que não acontece em Angola, pelo que a Africell pretende apostar nessa prática, ou seja, as futuras torres poderão ser usadas por mais duas empresas interessadas, tudo pensado no crescimento rápido e revolucionário do segmento das telecomunicações e desenvolvimento do país.

No capítulo da protecção, fez saber que a empresa tem um sistema de segurança com 12 pontos de checagem, o que torna muito difícil ultrapassar-se as barreiras, revelando que durante os 15 meses em Angola registaram apenas uma ameaça.

No capítulo da responsabilidade social, possuem uma galeria, no 10º andar do edifício, para que artistas angolanos e todos interessados possam expor a sua arte de forma gratuita, visando promover a arte africana.

O novo CEO, de nacionalidade americana, junta-se à Africell vindo da empresa de telecomunicações Mobilelink, com sede em Houston, onde actuou como Vice-Presidente de Vendas e Estratégia. Tem, no total, 15 anos de experiência de nível executivo em empresas de telecomunicações grandes, complexas e em rápido crescimento.

Liderou ou esteve envolvido no lançamento de 14 novos mercados e supervisionou a construção e abertura de mais de duas mil lojas.

Lançada em Abril de 2022, a Africell é a única operadora de rede móvel de direito americano na África Subsaariana.

O Governo dos EUA, através da Development Finance Corporation (DFC), é o maior investidor externo da empresa.

Em Julho de 2022, a Africell tornou-se a primeira operadora em Angola a oferecer serviços 5G, e em Abril de 2023, lançou em Angola a Afrimoney, a sua plataforma de dinheiro móvel, numa tentativa de aumentar a inclusão financeira e conectar mais angolanos à economia formal.

Fornece actualmente conectividade nas províncias de Luanda, Benguela, Huíla e Cuanza Sul, que contam com uma população de quase 15 milhões de pessoas.

A Africell fornece cobertura de rede móvel e serviços tecnológicos a mais de 16 milhões de assinantes na África Subsaariana, operando em Angola, República Democrática do Congo, Serra Leoa e Gâmbia.

SOBRE A AFRICELL

A Africell fornece cobertura de rede móvel e serviços tecnológicos a mais de 16 milhões de assinantes na África Subsaariana. Operamos em Angola, República Democrática do Congo, Serra Leoa e Gâmbia.

A Africell, única operadora de rede móvel de direito americano em África, emprega directa e indirectamente mais de 10.000 pessoas.

A Afrimoney é a marca dos serviços de dinheiro digital da Africell.

Rate this item
(0 votes)