Sexta, 09 de Dezembro de 2022
Follow Us

Quarta, 23 Novembro 2022 17:51

SIC detém professores por envolvimento em falsas vendas de casas numa centralidade na Huíla

O Serviço de Investigação Criminal na Huíla, procedeu nesta quarta-feira, 23 de novembro no edifício sede, sito no bairro Lucrécia, a apresentação de sete (7) cidadãos, cujas identidades não foram divulgadas, implicados em crimes de natureza diversas.

De acordo com uma nota oficial, divulgada pelo SIC, foi apresentado um cidadão nacional, acusado do crime de homicídio qualificado em razão dos meios, ocorrido no passado dia 30 de setembro, no bairro Comercial Suburbano, Município do Lubango, tratando-se de um cidadão de 28 anos de idade, sendo vítima uma cidadã de 45 anos de idade, que chegou a ser abusada sexualmente e posteriormente jogada em uma vala.

A nota, a que Angola24horas teve acesso, destaca a detenção de outro cidadão, de 28 anos de idade, de profissão mecânico, pela prática dos crimes de abuso de confiança e burla qualificada de 570.000.000,00 kwanzas, referente a uma viatura de marca Land Rover, deixada em sua oficina para reparação e um trailer, que o mesmo deu destino incerto.

Entretanto, o 3º cidadão de 51 anos de idade, foi detido pela prática do crime de Burla, estando em causa o valor de 31.000.000.00, sendo lesada uma cidadã de 30 anos de idade.

Este mesmo cidadão, segundo o documento, apropriou-se da viatura de marca Nissan, pertencente ao falecido sobrinho, em Luanda e vendeu a uma cidadã de 30 anos de idade, no Lubango, no valor de 13 milhões de kwanzas e, 18 milhões, referente ao arrendamento de um Imóvel deste, que pretendia desfazer-se, antes de ter feito a entrega legal à cidadã em causa.

Semelhantemente, foram detidos dois funcionários públicos, de 34 e 41 anos de idade, implicados no crime de associação criminosa e burla qualificada, estando em causa 5.000.000,00 de kwanzas, valores que estes, obtiveram por meio de promessas falsas dadas a 5 cidadãos, em troca de residências na centralidade da Quilemba.

"Foi também detido um cidadão de 33 anos de idade, pela prática do crime de Burla relativo à oferta de trabalho, sendo lesado 5 cidadãos, com idades compreendidas entre 18 aos 37 anos de idade", adiantou o porta-voz do SIC na Huíla, inspector Segunda Quitumba.

O cidadão em causa, garantiu que tinha a capacidade de empregar 5 cidadãos nas fileiras das Forças Armadas Angolanas (FAA), tendo recebido o equivalente a 5.030.000,00 kzs.

Foi também apresentado um cidadão de 41 anos de idade, ex-treinador de uma das Equipes do Lubango, pela prática do crime de Burla. "O mesmo, prontificava-se ajudar terceiros, para aquisição rápida de vistos, apresentando-os, como membros da vanguarda da mesma equipa, em troca de valores monetários, estando em causa 2.000.000,00 kwanzas pertencente à 3 cidadãos.

Rate this item
(1 Vote)