Domingo, 19 de Setembro de 2021
Follow Us

Sexta, 10 Setembro 2021 09:54

Após várias denúncias de má gestão INAGBE comunica início de pagamento aos bolseiros

Centenas de estudantes universitários, bolseiros internos sob gestão do INAGBE, fizeram um abaixo assinado no início desta semana, em cujo documento, também, enviado para Angola24Horas, exigiam o pagamento do dinheiro pela entidade responsável, ao mesmo tempo que denunciavam má gestão do órgão.

De acordo com a circular, os estudantes bolseiros agastados com a mesma situação e constrangimentos denunciam a má gestão da direcção do INAGBE e exigem pagamento de dívidas que duram alguns meses, acusado Milton Chivela, Director, de estar a fazer braço de ferro ao não pagamento de valores já disponíveis através do Orçamento Geral do Estado ( OGE ).

"Somos estudantes Universitários e Bolseiros seleccionados no ano lectivo 2020/2021, do Instituto de Gestão de Bolsas de Estudo De Angola (INAGBE), e vimos por meio desta, em nome de todos os Estudantes Bolseiros Internos, fazer uma denúncia do Instituto acima mencionado, por má gestão dos valores para os estudantes bolseiros. Isto é, o não pagamento dos subsídios aos novos Bolseiros", conforme a denúncia pública.

Estes deram ainda a conhecer que já se passaram meses e, por esta altura matrículas já começaram, o que os obriga à necessidade dos subsídios para as confirmações de matrículas e cobrir os gastos que têm de fazer.

"A maioria dos Bolseiros está em Institutos Privados, isto, por falta de Universidades Públicas, sendo que as privadas estão subindo cada vez mais as propinas e as suas multas", apelam.

Forçosamente (ou não), o Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (INAGBE), informa em um comunicado datado de 09 de Setembro a sociedade civil, em particular aos estudantes em formação superior que, o processo de averiguação da autenticidade dos certificados de habilitações do ensino secundário continua em curso, e todo estudante que usufruir indevidamente do complemento de bolsa por ter apresentado documentos falsos, vai ser responsabilizado civil e criminalmente pelo acto cometido.

Trata-se de estudantes que foram alvos de selecção para bolsa de estudo interna, referente ao ano académico 2020/21, por sinal, os mesmos que denunciam má gestão de Milton Chivela e pretendem realizar manifestação defronte à instituição para exigir não só o pagamento dos valores monetários como também a destituição do director.

"Contudo, informamos que o complemento de bolsa está a ser processado faseadamente, sendo que, para os estudantes em formação a nível de licenciatura, a primeira fase de pagamento deverá ocorrer até ao final do dia 10 do mês em curso e a segunda fase até ao final do dia 20", lê-seno comunicado do INAGBE.

Por outra, o órgão informa que o complemento de bolsa será pago até o dia 30 do mês de Setembro para os estudantes de mestrado e doutoramento, cujo programa de formação efectivamente teve início durante o ano académico 2020/21.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up