Quinta, 23 de Mai de 2024
Follow Us

Quinta, 18 Janeiro 2024 16:24

Antony Blinken, Secretário de Estado dos EUA visita Angola no final de Janeiro

Chefe da diplomacia dos Estados Unidos, Antony Blinken, visita Cabo Verde, Costa do Marfim, Nigéria e Angola de 21 a 26 de janeiro, para promover uma agenda ligada ao clima, economia ou segurança sanitária, anunciaram hoje fontes oficiais.

Este será um regresso de Antony Blinken ao continente africano, onde os Estados Unidos procuram contrariar os avanços da Rússia e da China.

"Ao longo da viagem, o secretário irá destacar como os Estados Unidos aceleraram a parceria EUA-África desde a Cimeira de Líderes EUA-África, incluindo em áreas como clima, alimentação e segurança sanitária", disse o Departamento de Estado em comunicado.

"Também enfatizará a nossa parceria económica centrada no futuro e a forma como os Estados Unidos estão a investir em infraestruturas em África para impulsionar o comércio bilateral, criar empregos a nível nacional e no continente e ajudar África a competir no mercado global", acrescentou.

Parcerias de segurança, respeito pelos direitos humanos, promoção da democracia e a expansão do Estado de direito serão também prioridades do líder da diplomacia norte-americana neste regresso a África, depois de uma série de viagens ao Médio Oriente com foco na guerra entre Israel e o grupo islamita palestiniano Hamas.

Ainda de acordo com o executivo, Blinken vai reafirmar o compromisso de Washignton com parceiros costeiros da África Ocidental através da Estratégia para Prevenir Conflitos e Promover a Estabilidade, a parceria dos Estados Unidos com a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) para enfrentar os desafios regionais.

Por outro lado, o apoio à liderança africana na desescalada das tensões e na adoção de soluções diplomáticas para o conflito no leste da República Democrática do Congo será uma das prioridades de Antony Blinken.

"Os Estados Unidos reafirmam o seu compromisso sustentado com o envolvimento de alto nível dos Estados Unidos em África", de acordo com a mesma nota.

Esta será a quarta viagem do secretário de Estado a África desde que assumiu o cargo.

A visita de Blinken após o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, ter estado na Costa do Marfim na quarta-feira, a última paragem de uma viagem africana que o levou ao Egito, Tunísia e Togo.

Na sua última visita a um país da África Subsaariana, Blinken esteve no Níger, quatro meses antes de um golpe de Estado depor o presidente eleito, Mohamed Bazoum.

O primeiro-ministro do Níger, nomeado pelo Exército, visitou a Rússia esta semana, numa tentativa de investida por acordos de cooperação militar.

Em novembro, o Presidente norte-americano, Joe Biden, reuniu-se com o homólogo angolano, João Lourenço, na Casa Branca e prometeu visitar o país africano.

O Presidente dos Estados Unidos, que quer competir com a China e com os gigantescos investimentos de Pequim em África, tem procurado dar continuidade à Cimeira de Líderes EUA-África, realizada em dezembro de 2022, em particular no que diz respeito à forma como os Estados Unidos e as nações africanas podem continuar a trabalhar em conjunto para enfrentar os desafios regionais e globais.

Rate this item
(0 votes)