Sexta, 12 de Agosto de 2022
Follow Us

Segunda, 04 Julho 2022 00:01

PR volta a falar com Ana Paula dos Santos sobre o estado de saúde de JES

O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, voltou a falar hoje, domingo, com Ana Paula dos Santos sobre o estado de saúde do antigo Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

De acordo com a página da Presidência no Facebook, tratou-se de uma conversa telefónica, no âmbito do acompanhamento que João Lourenço está a fazer sobre a saúde do ex-Presidente.

Desde o final do mês de Junho que José Eduardo dos Santos está internado nos cuidados intensivos de uma unidade hospitalar em Barcelona.

As duas filhas mais velhas de José Eduardo dos Santos têm reunido esforços para impedir que desliguem as máquinas que servem de suporte de vida ao antigo Presidente angolano. Para além de terem contratado uma advogada, na semana passada dirigiram-se à polícia para avançar com um pedido de proteção, na sequência de suspeitas em torno do estado de saúde de Eduardo dos Santos.

Tchizé e Isabel dos Santos entendem que o pai deve estar sob proteção policial no interior do Centro Médico Teknon, onde se encontra internado há uma semana. Isto, com base em suspeitas de que José Eduardo dos Santos foi envenenado e exigem uma investigação em torno das circunstâncias que levaram ao internamento do pai.

Além disso, as suspeitas também recaem sobre o Governo de Angola, que acusam de estar ligado ao processo de deterioração da saúde de José Eduardo dos Santos.

"Coisas estranhas acontecem. Em março, meu pai voltou de Angola com 30 quilos a menos, muito mal. Suspeito que a ex-mulher do meu pai faz parte do plano. Tenho muito medo", disse.

Hoje foi realizado no Estádio Desportivo dos Coqueiros, em Luanda, a “Vigília Zé Du” sob o lema,: “Jamais te esqueceremos”, grupo de jovens solidários e preocupados com o actual estado de saúde do ex-Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos.

A vigília era a favor da sua melhoria e Tchize dos Santos reagiu. A filha do ex-presidente acusa o partido MPLA de inviabilizar a vigília em solidariedade ao seu pai, com atividades desportivas naquele recinto. A denominada “filha política” do ex-chefe do Estado angolano esclareceu à sociedade civil que não foi José Eduardo dos Santos que trazia maldades aos angolanos mais sim o regime do MPLA.

José Eduardo dos Santos, segundo Presidente da República de Angola, foi substituído por João Lourenço, em 2017.

Rate this item
(1 Vote)