Domingo, 19 de Setembro de 2021
Follow Us

Sexta, 30 Julho 2021 09:57

Sousa Jamba desmente Celso Malavoloneke que ACJ nega entrevistas a órgãos estatais

O Mano Celso Malavoloneke, disse que há vários pendentes vindos de vários órgãos estatais e privados, pedindo para entrevistar o presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior que não tiveram nenhuma reação, avançou Sousa Jamba.

De acordo com Sousa Jamba, isto soou muito estranho que foi "forçado" a contactar o gabinete de imprensa do ACJ que o disse categoricamente que não há nenhum pedido vindo da imprensa estatal para entrevistar o presidente da UNITA.

A fonte que Sousa consultou, disse que há pedidos feitos recentemente vindos de órgãos privados que serão brevemente encaixados na agenda do ACJ vindos da Rádio Essencial, do Vanuto Romeu Carlos (da TV Sucesso de Moçambique); do "Novo Jornal"; da Rádio Eclessia em Luanda e da Rádio Eclessia de Malange.

"A fonte me disse que a última vez que a TPA contactou o ACJ foi para lhe pedir um comentário por telefone sobre a saída de David Mendes da bancada da UNITA. A proposta foi declinada porque não fazia sentido", referiu.

A mesma fonte, afirmou que nunca houve condições, fora do normal, para facilitar as entrevistas do ACJ.

Em suma, disse ainda, o Gabinete do ACJ insiste que não existe nenhum pedido formal ou informal para ele ser entrevistado por um órgão da imprensa estatal.

Na ocasião, Celso Malavoloneke, negou ter avançado todas estas informações e assegura que não disse que há pedidos de entrevista da media pública no gabinete de ACJ.

"Mano Sousa Jamba, se tornar a faltar com a verdade citando o meu nome, vou me aborrecer consigo. Somos amigos, e os amigos devem pautar pela honestidade", apelou Celso Malavoloneke.

Recordou igualmente que disse, e repetiu  várias vezes que há uma série de pedidos DE VÁRIAS RÁDIOS PRIVADAS DE LUANDA que se encontram pendentes há meses sem resposta.

"Quando me disse que o gabinete de ACJ disse que não tem, eu disse que vi pelo menos dois protocolados. Agora acaba de confirmar isso mesmo. Por favor, corrija o seu post. Eu não consigo ser amigo de quem pauta pela mentira.

Espero que tenha sido engano seu.

Corrija", esclareceu.

Segundo Celso Malavoloneke, Sousa Jamba mentiu hoje duas vezes a seu respeito. "Sempre pensei-o como eu: compromissado com a Verdade. Porquê tê-lo-á feito?", questionou.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up