Domingo, 16 de Mai de 2021
Follow Us

Quinta, 01 Abril 2021 12:01

Últimos dias para o MPLA que usa o SINSE para manutenção do poder do partido criminoso

Os Serviços de Inteligência e Segurança do Estado, são uma ameaça a estabilidade política em Angola, por dedicar tempo integral para combater a UNITA com promoção de fake news nas redes sociais, manipulação dos órgãos de comunicação social e aliciamento sucessivo dos militantes da UNITA.

Segundo o activista cívico, Hitler Samussuku, em 1977, estes serviços foram responsaveis pelo assassinato de milhares de angolanos acusados de fraccionistas entre eles destacam-se Nito Alves, Sita Valis, Zé Vandunem, Bakalof e outros.

Disse ainda que, na decada de 2000, foram responsaveis pelas mortes de Nfulumpinga Lando Victor (Presidente do PDP ANA), Kassule, Kamulingui, membros da ceita de Kalupeteca e mais recentemente os arquitetos do caso 15+2 e dos jovens muçulmanos acusados de terroristas.

O SINSE, considerou igualmente, foi criado para salvaguardar o Estado democratico e de direito, mas agora a sua actuação tem sido limitada na manutenção do Poder do MPLA em função dos inúmeros crimes que cometeram ao longo dos anos.

"O SINSE ou vulgarmente SINFO são uma ameaça para a estabilidade politica de Angola. David Mendes e Carlos Alberto são dois oficiais desses Serviços que violam claramente os estatutos e aparecem publicamente a atacar o Presidente da UNITA com comentários irresponsáveis e acusações infundaveis", conforme Hitler.

Para o activista, perde-se muito tempo dando espaço e tempo de antena para esses e outros individuos denigrirem e sujar o bom nome, tal como a reputação do cidadão Adalberto Costa Junior.

Esse precioso tempo seria sensato se fosse para discussão de interesse nacional, com vontade de achar soluções conjuntas para os problemas sociais, mas infelizmente os Serviços de Inteligência são dirigidos por "um tal de Miala" que no passado recente, havia sido humilhado pelos tais marimbondos e a sociedade civil defendeu-lhe com unhas e dentes.

"A Rádio Despertar afecto à UNITA e na altura dirigida pelo Adalberto Costa Junior, salvou a vida de Fernando Miala quando tentavam lhe envenenar na cadeia onde estava. Ou o Miala tem memoria curta ou é demasiado ingrato", observou.

O responsável pelo SINSE, Fernando Miala, prosseguiu, grangeava respeito na sociedade devido ao seu projecto Criança Futuro, mas agora quer estragar a sua reputação combatendo o Adalberto até a exaustão, porque o seu chefe, João Lourenço não chega nos pés de Adalberto Costa Junior.

Em suma, referiu Hitler, o estratega grego Horácio advertia que "a força sem dissernimento sob o seu próprio peso, colapsa".

Fernando Miala e João Lourenço ao combater o Adalberto Costa Júnior, estão a conduzir o MPLA para o colapso total, em que o povo terá nojo deste partido tal como os italianos sentem dos fascistas e os germanos dos Nazistas, não havendo memórias sobre o MPLA, sobretudo, João Lourenço que nem legado tem para deixar.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up