Sábado, 10 de Abril de 2021
Follow Us

Quarta, 03 Março 2021 17:35

Benguela: Agentes do SINSE armados encontrados entre a multidão que recebeu deputado da UNITA

Tal como já tinha acontecido no Município de Benguela, a quando da sua chegada no dia 16/02/2021, hoje 03/03/2021, a população descobriu e desarmou dois agentes do SINSE que se tinham infiltrado na multidão, armados com duas pistolas.

Os supostos agentes do Serviço de Inteligência e Segurança do Estado (SINSE), após serem descobertos foram prontamente desarmados pela população que acompanhava o também secretário Provincial da UNITA, em Benguela.

"Essa prática é repugnante, reprovável e pouco profissional; não se infiltra à paisana agentes para depois criarem esse tipo de situações. Basta de se usar forças do Estado para perseguição política dos opositores", denunciou Adriano Sapiñala.

Sabe Angola24Horas que, a 22 de Fevereiro, o Deputado da UNITA, Adriano Abel Sapiñala, Secretário provincial do partido do Galo Negro, em Benguela, queixou-se de existência de bastidores da Bófia, durante os seus primeiros dias ao chegar àquela região.

De acordo com as suas declarações, no dia da sua chegada, a 16 de Fevereiro, no momento em que estam no Secretariado Provincial da UNITA, em Benguela, foi apanhado no meio da população um indivíduo armado com uma pistola e, depois de descoberto teve o seu tratamento.

No caso específico, disse ainda o deputado que a polícia que cobria o acto, os informou que o homem armado com uma pistola era um agente do SIC à paisana.

"Quando fomos para o Município da Baía Farta, no dia 19/02, um agente da Polícia Nacional entrou no local onde decorria a nossa actividade e começou a tirar fotografias, alegando que era para acrescer no relatório da cobertura deles a nossa actividade, junto do Comando Municipal da Polícia Nacional da Baía Farta", disse.

No dia seguinte, 20 de Fevereiro, segundo acrescentou, quando rumavam para o Lobito, um agente da Polícia Nacional do Lobito, mandou parar a caravana do Secretariado da UNITA, alegando que precisava ver a documentação que autorizava a realização da actividade e sujou o ambiente da entrada da referida caravana, no Município do Lobito, porque criou uma situação feia no local.

Ainda no dia 20, já no Município da Catumbela, o Deputado afirmou terem sido informados que estavam a ser seguidos por um carro com dois operativos do Serviço de Investigação Criminal que respondem pelos nomes mais conhecidos de Beto e Daniel.

Estes agentes, se faziam alegadamente seguir com um aparelho GPS, pertença do SIC, com capacidade de captar também o som a uma distância de 26 metros e os mesmos foram interpelados ainda na urbe da Catumbela por jovens da JURA.

Fez saber que, quando se aperceberam do movimento dos militantes, pelos Municípios, dos efectivos da Casa de Segurança do PR estacionados em Menongue, saiu uma equipa que se posicionou no Município do Balombo, Província de Benguela para aguardarem pela chegada da caravana que o acompanhava naquele Município.

Por último, recordou que foram quatro (4) incidentes claros de que esta gente ainda não desarmou as suas mentes, o que não entende porque razão se dão a tanto trabalho, avançando que em todo caso, está a seguir e aqui deixa, desde já os primeiros registos.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up