Segunda, 26 de Outubro de 2020
Follow Us

Quinta, 16 Janeiro 2020 22:10

Adalberto Júnior contesta designação do novo presidente da CNE

O presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, manifestou-se, esta quinta-feira, em Luanda, contra a designação de Manuel Pereira da Silva como novo presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE).

Ao usar da palavra na cerimónia de cumprimentos de ano novo aos membros da direcção da sua organização, o político criticou o processo que elegeu este antigo presidente da Comissão Provincial Eleitoral de Luanda.

O Conselho Superior da Magistratura Judicial (CSMJ) de Angola designou, quarta-feira, Manuel Pereira da Silva presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), substituindo André da Silva Neto (retirou-se do cargo em 2019, por motivos de saúde).

Numa resolução, o órgão jurisdicional refere que Manuel Pereira da Silva venceu o concurso público curricular para o provimento do cargo, com 87 pontos, superou na concorrência Sebastião Diogo Jorge Bessa (61 pontos), Agostinho António Santos (54 pontos) e Avelino Yululu (48 pontos), num concurso aberto em Março do ano transacto.

Porém, para o presidente da UNITA, Manuel Pereira da Silva é “uma personagem bastante contestada na sociedade e meios políticos”.

Adalberto da Costa Júnior diz fundamentar a sua posição em nome do Estado Democrático e de Direito.

Noutra parte do seu discurso, afirmou que a UNITA vai intensificar o diálogo com as outras forças políticas para encontrarem um caminho que favoreça Angola e os angolanos.

Solicitou igualmente transparência do processo de combate à corrupção e à impunidade, que, segundo disse, a ser levado a sério, contribuirá para a saída da crise que o país enfrenta.

Relativamente ao Pacote Legislativo Autárquico, Adalberto Costa Júnior aconselha maior engajamento da Assembleia Nacional, para que a legislação essencial seja aprovada até Março desse ano, no sentido de se efectivar a realização das eleições autárquicas este ano.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up