Sexta, 01 de Julho de 2022
Follow Us

Domingo, 12 Junho 2022 22:01

O que faz o profissional de Inteligência?

Namibe – Observadores ao longo dos anos forneceram muitas definições para o termo "inteligência". Muitas dessas definições são onerosas, ou técnicas, ou extraídas diretamente do termo da arte. Inteligência é simplesmente informação, reunida no entanto necessária e organizada de maneira a ser útil para aqueles que a exigem. Na política externa (e na defesa nacional), a inteligência guia as mãos dos formuladores de políticas e os ajuda a conduzir as relações com sabedoria.

(No entanto, existem aspectos da inteligência que podem ser obstáculos para políticas sábias.) A política externa sem inteligência pode ter sucesso, mas com maior custo e dificuldade do que iniciativas bem informadas. Na política externa Americana, pelo menos desde o final da Segunda Guerra Mundial, houve um esforço consciente para aproveitar a inteligência a serviço das metas nacionais.

O TRABALHO

Os profissionais de Inteligência geralmente dividem-se em três grandes áreas de actuação;

Produção e Protecção

Atribuições desempenhadas principalmente por oficiais de Inteligência e agentes de Inteligência, consistem no processamento de informações sobre temas estratégicos. O analista produz relatórios de Inteligência para orientar a tomada de decisão do usuário – geralmente a Presidência da República, – que utilizará o conhecimento disponibilizado no documento como subsídio para decisões e políticas governamentais. Questões geopolíticas, ameaças terroristas, espionagem estrangeira e avaliações de risco são exemplos de áreas de actuação do analista.

Suporte

Atribuições ocupadas principalmente por oficiais e agentes técnicos de Inteligência, consiste na gestão administrativa da Agência e no apoio às acções de Inteligência. O trabalho é desenvolvido por profissionais especialistas em determinadas áreas do conhecimento, como Administração, Direito, Engenharia, Jornalismo e Tecnologia da Informação. Unidades de administração, tecnologia e planeamento são algumas das principais lotações dos profissionais da área técnica, incluindo dos grupos de informação.

Operações

Atribuições executadas por oficiais de Inteligência e agentes de Inteligência, consiste na busca e obtenção de dados não disponíveis em fontes ostensivas de informação. O profissional actua em campo à busca de dados, geralmente solicitados pela área de análise de Inteligência e Contrainteligência, para subsidiar a produção de relatórios. O trabalho segue rigorosamente os preceitos determinados na área e utiliza apenas técnicas operacionais legalmente disponibilizadas.

A Carreira

As carreiras de Inteligência geralmente contam com quatro cargos: Oficial de Inteligência, Oficial Técnico de Inteligência, Agente de Inteligência e Agente Técnico de Inteligência. As duas primeiras são de nível superior e as duas últimas de nível médio.
O profissional de Inteligência poderá actuar em diversas áreas de uma agência. A lotação do servidor é feita com base em critérios que levam em conta a colocação num concurso público, as competências técnicas, as habilidades profissionais e as aptidões pessoais, de modo a privilegiar o atendimento das necessidades da instituição e a valorização do profissional.

*Londaka Sangangula é licenciado em English Language Teaching, chefe escuteiro, escritor, investigador e autodidacta desde 2009.

BIBLIOGRAFIA

Prados, John. A estimativa soviética: análise da inteligência dos EUA e forças estratégicas soviéticas. Princeton, NJ, 1986.
Evolução e Interpretações da Guerra Fria; Guerreiros frios; Operações Encobertas; Tomando uma decisão; Poder presidencial; Propaganda; Terrorismo e Contraterrorismo .

 

Rate this item
(1 Vote)