Segunda, 20 de Mai de 2024
Follow Us

Quarta, 23 Agosto 2023 19:42

Líder do grupo Wagner está em lista de passageiros de avião que caiu matando 10 pessoas na Rússia

A Agência Russa de Transporte Aéreo confirmou que Yevgeny Prigozhin estava a bordo do avião que caiu na região de Tver nesta quarta-feira (23). Assim, a morte do chefe do Grupo Wagner, que estava em ritmo de colizão com o governo da Rússia, foi oficialmente confirmada.

Além dele, a morte de ao menos outro comandante do grupo, Dmitry Utkin, foi confirmada.

O jato executivo da Embraer, de propriedade de Prigozhin, caiu perto da vila de Kuzhenkino, na região de Tver, na noite desta quarta-feira (23). De acordo com dados preliminares do Ministério para Situações de Emergência da Rússia, 10 pessoas morreram: sete passageiros e três tripulantes. O avião voava de Moscou para São Petersburgo.

O canal da rede Telegram da Grey Zone, ligado ao Grupo Wagner, publicou que o avião de Prigozhin foi abatido por defesa aérea. Não há confirmação oficial desta informação.

"O chefe do Grupo Wagner, Herói da Rússia, um verdadeiro patriota de sua terra natal, Yevgeny Viktorovich Prigozhin, morreu como resultado das ações de traidores da Rússia”, diz o canal.

O Ministério de Situações de Emergência da Rússia disse em um comunicado que uma aeronave privada Embraer Legacy que viajava de Moscou para São Petersburgo caiu perto da vila de Kuzhenkino, na região de Tver.

O ministério disse que 10 pessoas estavam a bordo, incluindo três tripulantes. De acordo com informações preliminares, todos a bordo morreram, disse.
Segundo a BBC, mais cedo, um canal do Telegram vinculado ao grupo Wagner, o Gray Zone, informou que o jato havia sido abatido por defesas aéreas na região de Tver, ao norte de Moscou.

Prigozhin, de 62 anos, liderou um motim contra o alto escalão do Exército russo nos dias 23 e 24 de junho, que o presidente Vladimir Putin disse que poderia ter levado a Rússia à guerra civil.

O motim foi encerrado por negociações e por um aparente acordo do Kremlin, que viu Prigozhin concordar em se mudar para a vizinha Belarus. Mesmo assim, ele parecia circular livremente dentro da Rússia após o acordo.

Prigozhin, que tentou derrubar o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, e Valery Gerasimov, chefe do Estado-Maior, postou na segunda-feira um discurso em vídeo que ele sugeriu ter sido filmado na África.

Relatos não confirmados da mídia russa disseram que Dmitry Utkin, braço direito de Prigozhin, também estava a bordo e que Prigozhin e seus associados haviam participado de uma reunião com funcionários do Ministério da Defesa russo.

Não houve comentários imediatos do Ministério da Defesa ou do Kremlin.

Logo depois que o avião caiu do céu, um segundo jato particular ligado a Prigozhin, que também parecia estar indo para São Petersburgo, a base de Prigozhin, voltou para Moscou, mostraram dados de rastreamento de voo, e mais tarde pousou.

O rastreador online de aeronaves Flightradar24 mostrou que o Embraer Legacy 600 (matrícula da aeronave RA-02795) havia saído do radar às 18h11 (horário local). Um vídeo não verificado postado nas redes sociais mostrou um avião semelhante a um jato particular caindo do céu em direção à terra.

Outro vídeo não verificado mostrou os destroços do avião ainda em chamas no solo. Pelo menos um corpo estava visível.

Até a última atualização, oito corpos tinham sido encontrados no local da queda, nenhum com identificação, segundo outra agência russa, a RIA. A operação de resgate também não havia sido concluída.

(com Reuters)

Rate this item
(0 votes)