Terça, 03 de Agosto de 2021
Follow Us

Quarta, 14 Julho 2021 14:38

Antigo primeiro-ministro da RDCongo Matata Ponyo em prisão domiciliária

O antigo primeiro-ministro da República Democrática do Congo (RDCongo), Matata Ponyo, acusado de desvio de fundos públicos, foi colocado sob prisão domiciliária, afirmaram hoje fontes judiciais.

Um mandado do Ministério Público do Tribunal Constitucional, datado de terça-feira e assinado pelo magistrado Emmanuel Bonane, ordenou que Ponyo “fosse colocado de forma preventiva em prisão domiciliária”, noticia a agência France-Presse.

À agência noticiosa francesa, o advogado de Matata Ponyo, Laurent Onyemba, considerou que “este caso é fundamentalmente político”.

“Tencionamos solicitar a sua comparência como homem livre, porque não há nada contra ele”, acrescentou.

A justiça congolesa acusou o antigo chefe do Governo de ter “pagado mais de 110 milhões de dólares [93 milhões de euros, ao câmbio atual]” a elementos fictícios, como credores.

“Isto é falso em todos os aspetos. Fornecemos todas as provas”, acrescentou Onyemba.

Atualmente senador, Matata Ponyo foi ministro das Finanças entre 2010 e 2012 e primeiro-ministro entre 2012 e 2016, sob o comando do antigo Presidente Joseph Kabila.

Os senadores congoleses tinham votado contra a acusação de Matata, mas em 05 de julho, seis membros do Senado concordaram com um pedido do procurador no Tribunal Constitucional para levantar a imunidade parlamentar a Matata Ponyo.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up