Quinta, 19 de Setembro de 2019
Follow Us

Segunda, 09 Setembro 2019 17:21

Ensino a distância não é reconhecido em Angola: Licenciados perdem título no Bié

Noventa e três professores da província do Bié, que adquiriram os graus de licenciados a distância pela Universidade Grendal do Brasil, serão despromovidos ao escalão de técnicos médios.

De acordo com o director do Gabinete Provincial da Educação no Bié, António Manuel, que falava nesta segunda-feira à imprensa, o Ministério do Ensino Superior não reconhece o ensino a distância, razão pela qual os docentes em causa perderão os graus académicos de licenciados.

Os professores em causa, segundo o director António Manuel, adquiriram novo perfil académico desde Janeiro deste ano, no quadro do processo de transição de categoria efectuado pelo Ministério da Educação.

Por seu turno, o docente universitário Hermenegildo Pinto, um dos responsáveis da implementação do estudo a distância daquela instituição, considerou má a atitude do Ministério do Ensino Superior, adiantando ter recebido luz verde do governo para o efeito.

“Não entendemos a razão do não reconhecimento dos certificados dos estudantes formado a distância pela referida universidade, se em qualquer parte do mundo o mesmo existe”, questionou, tendo considerado de má fé a atitude dos incentivadores desta situação.

Contactados, os visados recusaram-se em falar sobre assunto.

O polo da Universidade Grendal, com sede no Brasil, foi instalado na província do Bié em 2012. Encerrado este ano (2019) pelo Ministério do Ensino Superior, a aludida instituição ministrava cursos de Pedagogia, Direito, Psicologia, Administração Pública, Finanças, Sociologia e Ciência de Saúde, cujo número de graduados não foi avançado.

O Gabinete Provincial da Educação no Bié controla mais de 15 mil professores e durante o processo de actualização do perfil académico, que decorreu no princípio deste ano, mais de 900 transitaram ao grau de licenciados.

Rate this item
(5 votes)

Log in or Sign up