Terça, 10 de Dezembro de 2019
Follow Us

Quarta, 20 Novembro 2019 00:45

Depois da vitória dos angolanos e de Angola com a eleição de ACJ para presidente da UNITA

É preciso pensar já nisto: destruição da industria de manipulações eleitorais do MPLA !

Este é sem duvidas um dos grandes desafios que Adalberto Júnior vai ter que enfrentar se quiser ver a UNITA um dia governar este país através do voto livre , consciente e sem manipulações..

Claro que depois de conseguir unir os angolanos através de uma estratégia política certa em torno do seu compromisso para com Angola e todos angolanos. Que não se cometem os mesmos erros do passado , onde se foram para eleições mesmo quando tudo já estava bem visível de que a batota seria a mais certa .

Dando sinais de que tudo parecia já combinado e acordado entre uns e outros para que depois , cada um ficasse no seu lugar quieto . E bem calado como opositor simulando de contente e feliz da vida , sob o risco de levar um tiro do peito ou lhe roubarem mesmo só o lap top ou tablete.

Pois sinais não faltaram desde o famigerado senso populacional e outras jogadas de bastidores que foram feitas dentro e fora do país . Onde valeu de tudo e mais alguma coisa para as manipulações terem tido o sucesso que teve , ninguém me contou isto .

Vi com os meus próprios olhos homens da bufaria a fazerem campanha cá fora , fazendo distribuição de material de propaganda para estes influenciarem seus familiares em Angola para votarem no MPLA.. Esta é uma alerta que faço ao novo presidente da UNITA , pois se ate lá Adalberto Júnior continuar a marcar a diferença vos garanto.

Que outros poderão contribuir com relatos sobre as suas participações no passado nas batotas quer como presidentes de mesas ou vice. Ou como gente escolhida á dedo e indicada para fazerem recolha de boletins de votos das províncias com maior afluxo de militantes que não eram do MPLA.. .

É preciso estar atento com a duplicidade ou pluralidade habitual de registos eleitorais onde os mortos também votam e raramente os registados nas embaixadas e consulares não contam como votantes do MPLA. Cuidado com essa industria manipuladora é grande e usa muitos e mais variados mecanismos para dar tudo certo.

Pois se em 1992 ainda utilizaram alguns armazéns do Golfe ou Palanca para queimarem e enterrarem boletins de votos alheios , para 2022 já devem ter outros truques na forja quero mesmo acreditar.

Por Fernando Vumby

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up