Sexta, 22 de Novembro de 2019
Follow Us

Sexta, 18 Outubro 2019 19:34

Departamento do Tesouro dos EUA e franceses apoiam reformas macroeconómicas de Angola

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos da América e a Agência Francesa de Desenvolvimento “manifestaram disponibilidade para apoiar as reformas macroeconómicas” que estão a ser implementadas em Angola, segundo um comunicado do Ministério das Finanças angolano (MINFIN).

Responsáveis das duas instituições encontraram-se com a ministra angolana, Vera Daves, em Washington, onde decorrem os Encontros Anuais do FMI, que terminam no sábado.

Segundo o MINFIN, o diretor-geral da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Rémy Rioux, garantiu a Vera Daves apoio na implementação da agenda de reformas macroeconómicas em curso no país, manifestando “orgulho em ser um novo parceiro para Angola”.

A AFD instalou-se em 2018 em Angola, financiando projetos em setores como agricultura e água, e poderá concretizar nos próximos tempos a assinatura de novos acordos noutras áreas.

A delegação angolana manteve igualmente um encontro com responsáveis do Departamento do Tesouro, chefiada pelo assistente adjunto, Eric Mayer, que “traçou uma panorâmica das reformas estruturais, no tocante à política fiscal, cambial e monetária, e do apoio que esta instituição tem vindo a prestar, em matéria de assistência técnica” às autoridades angolanas.

“A missão angolana tem vindo a desdobrar-se em reuniões estatutárias nas organizações de Breton Woods – Reunião da Constituência n.º1 do grupo africano junto do FMI, reunião dos ministros das Finanças da SADC [Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral] e a reunião dos governadores do G24, assim como os encontros com os investidores de eurobonds, organizados pelo Deutsche Bank, BBVA, Citibank, KFW, JPMorgan e Standard Chartered”, acrescenta o ministério.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up