Quinta, 09 de Dezembro de 2021
Follow Us

Segunda, 22 Novembro 2021 19:43

Anseba apresentou proposta financeira “mais vantajosa” para gestão do Kero – relatório

O grupo Anseba apresentou a proposta financeira “mais vantajosa” para gestão dos hipermercados angolanos Kero e é dado como ganhador do concurso, apesar do instituto que gere as privatizações do Estado angolano ainda não ter anunciado oficialmente o vencedor.

Os dois concorrentes à gestão do Kero, Anseba e a parceria Carrefour/Alimenta Angola terão sido informados, na sexta-feira, que o vencedor do concurso foi o grupo eritreu Anseba, mas a decisão só será oficializada dentro de cinco dias úteis, noticiou o semanário angolano Expansão.

Segundo o relatório preliminar da comissão de avaliação, a que a Lusa teve acesso, foram apresentadas três propostas (Anseba, Alimenta Angola em parceria com os franceses da Carrefour, e Camarufi, Comércio Geral e Indústria), avaliadas do ponto de vista técnico, financeiro e corporativo.

No entanto, a concorrente Camarufi – que a imprensa angolana diz estar ligada aos generais Hélder Vieira Dias “Kopelipa” e Leopoldino dos Nascimento “Dino”, próximos do ex-presidente José Eduardo dos Santos - ficou excluída da análise de mérito devido a “irregularidades”.

O relatório refere que a proposta não foi admitida devido à falta de documentos, nomeadamente o “comprovativo da prestação da garantia de capacidade financeira por via de carta de conforto bancária adequada ou prova de subscrição de seguro-caução, devendo o respetivo documento referir-se expressamente à autorização da execução imediata de 5% do valor total do investimento a realizar”.

A cadeia de retalho, era detida pelos generais “Dino” e “Kopelipa”, através do grupo Zahara Comércio.

Em outubro de 2020, a Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou que, depois de constituídos arguidos, os generais procederam à entrega ao Estado de vários ativos, entre os quais a rede de hipermercados Kero, com 12 lojas.

Na avaliação das propostas, e após uma fase de negociação para apresentação das propostas revistas, o Anseba levou a melhor, embora a Alimenta Angola apresentasse “um valor acrescentado no que se refere à sua componente corporativa e técnica resultante, fundamentalmente, da proposta de explorar uma franquia da marca Carrefour”.

O relatório justifica que embora o grupo Anseba não esteja associado “a uma marca com referido destaque, apresenta uma proposta técnica igualmente estruturada e com uma componente financeira globalmente mais vantajosa para efeitos”, recomendando que o concurso seja adjudicado a este concorrente.

O documento consultado pela Lusa, de 18 de novembro, evidencia que, na componente financeira, com uma ponderação de 35%, os dois grupos obtiveram pontuação semelhante no que diz respeito à componente fixa, sendo a proposta do Anseba mais favorável em termos da componente variável (percentagem de indexação do pagamento sobre as receitas).

A componente corporativa tinha um peso de 15%, sendo o menos relevante entre os critérios de avaliação.

O Instituto de Gestão de Ativos e Participações do Estado (IGAPE) lançou o concurso público para a cessão do direito de exploração e gestão da rede de hiper e supermercados Kero em 15 de julho.

O concurso prevê a transferência de gestão para privados, por 10 anos, sem opção de compra, e inclui 12 lojas, com seis mil metros quadrados de área de venda em média, das quais oito estão localizadas na província de Luanda e quatro nas províncias de Benguela, Huíla e Huambo.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up