Sexta, 14 de Junho de 2024
Follow Us

Segunda, 29 Abril 2024 18:49

Requalificação da praça do Kinaxixi vai durar seis meses

A reabilitação da antiga praça do Kinaxixi, no distrito urbano da Ingombota, na capital angolana, vai ser feita em seis meses, a contar a partir desta terça-feira (30), num investimento de cerca de oito mil milhões de kwanzas, anunciou esta segunda-feira, o Governo Provincial de Luanda (GPL).

Para a concretização dessa empreitada, o GPL e o Banco Angolano de Investimento (BAI) assinaram, esta segunda-feira, um Memorando de Entendimento para requalificação dessa infra-estrutura.

Segundo esse acordo, assinado pelo governador provincial de Luanda, Manuel Homem, e o presidente da Comissão Executiva do BAI, Luís Lelís, a obra vai abranger a restituição da estátua da Rainha Njinga, construção de um anfiteatro ao ar livre, instalações sanitárias para atender os utentes da praça e criação de um espaço de cascata.

A requalificação, a cargo da empreiteira Progest, que prevê concluir a obra a 11 de Novembro deste ano, também vai contar com um circuito de pedonais para exercícios físicos, uma zona de jardinagem, entre outras infra-estruturas que vão melhorar a circulação viária na zona.

A propósito da recuperação da praça do Kinaxixi, o governador de Luanda, Manuel Homem, considerou o memorando assinado de extrema importância, porque visa a devolução de um património histórico na cidade capital, que representa a história e a vida de Luanda.

Disse que a requalificação do espaço permitirá dar um salto qualitativo na apresentação da cidade de Luanda, juntando-se a outras iniciativas que visam devolver a utilização dos espaços públicos na capital do país.

De acordo com Manuel Homem, a recuperação do Kinaxixi vai melhorar a qualidade na circulação de automobilistas e dos munícipes que têm enfrentado constrangimentos quando passam ao redor desta praça.

Por seu turno, o presidente da Comissão Executiva do BAI, Luís Lelís, a devolução à cidade dessa zona constitui o cumprimento do compromisso da prossecução do desenvolvimento sustentável.

Recordou que o projecto inicial, datado em 2008, se mantém válido e será o mesmo a ser executado e entregue até 11 de Novembro de 2024.

Enquanto isso, assegurou que se continuará a fazer o estudo das melhores opções técnicas para viabilizar o empreendimento, o mercado e as três torres.

A praça do Kinaxixi foi demolida em 2008 para a reestruturação, facto que não se concretizou até a data presente.

Rate this item
(1 Vote)