Sexta, 14 de Junho de 2024
Follow Us

Sexta, 22 Março 2024 16:17

Administração de Luanda ordena evacuação do edifício 236

O edifício n.º 236 "São José", localizado na Avenida Comandante Valódia, distrito urbano do Sambizanga, está a ser evacuado desde as primeiras horas da tarde desta sexta-feira, por causa de anomalias estruturais.

De acordo com a Administração Municipal de Luanda, as anomalias estruturais detectadas são passíveis de comprometer a estabilidade do edifício de nove andares, onde habitam pelo menos 50 famílias.

Trata-se de um prédio com mais de 40 anos de existência, que comporta 55 pilares de suporte, cinco dos quais com sinais evidentes de corrosão, conforme constatou a ANGOP.

Segundo as autoridades locais, na sequência da vistoria preliminar, feita por técnicos do Laboratório de Engenharia de Angola (LEA), foram tomadas medidas para a imediata desocupação do prédio, enquanto as equipas técnicas do Governo Provincial de Luanda, Ministério das Obras Públicas, Urbanismo e Habitação e Protecção Civil e Bombeiros trabalham na estabilização do edifício.

A Administração Municipal de Luanda informa que num encontro mantido esta sexta-feira, 22 de Março, com a comissão de moradores, foram prestados esclarecimentos sobre os procedimentos para a evacuação imediata do prédio, de modo a salvaguardar a segurança das famílias.

O responsável da Comissão de Moradores do edifício, Flávio Inocêncio, disse que até ao momento não foram informados sobre os moldes de evacuação, principalmente sobre o local onde deverão ficar as mais de 50 famílias residentes.

A fonte negou a informação que dá conta de um eventual tremor do prédio, nas últimas horas, sublinhando que estão à espera do relatório técnico do LEA, para poderem contratar uma empresa habilitada para reabilitar os pilares.

A ANGOP constatou que cinco pilares estão reforçados com extensores, colocados pelos moradores, enquanto se espera pela intervenção dos técnicos do Governo de Luanda e do Ministério das Obras Públicas, Urbanismo e Habitação.

As autoridades isolaram o prédio afectado e mais dois edifícios contiguos, enquanto se procede à evacuação. Agentes da Polícia Nacional e do corpo de bombeiros estão no local para coordenar as operações.

A ANGOP apurou que está prevista para esta tarde a deslocação de uma equipa da Comissão Administrativa de Luanda, a fim de conversar com os moradores sobre a necessidade de deixarem, temporariamente, o edifício.

Rate this item
(0 votes)