Quinta, 11 de Agosto de 2022
Follow Us

Quinta, 04 Agosto 2022 00:14

Compreender porque que o MPLA não confia em eleições transparentes

Nas sondagens que o MPLA encomendou em 2017, a empresa SENSUS, os resultados davam-lhe vitória na casa dos 30%, mas se a UNITA e CASA-CE se juntassem controlariam o parlamento.

Por José Gama

Estas sondagens ajudam a compreender o porquê o partido no poder não confia no povo nem nos seus próprios militantes por isso opta por eleições em que eles é que escolhem os resultados eleitorais. É um trabalho de pesquisa de 70 páginas que nada tem a ver com as “falsas” sondagens que recentemente a TPA e o Jornal de Angola tentaram enganar a sociedade.

Em 2017, as pessoas queriam mudança e João Lourenço estava com popularidade. As sondagens apontavam 30%.  Agora que João Lourenço estava com popularidade baixa de certeza que a percentagem seria também baixa. O MPLA voltou a encomendar sondagens as escondidas para consumo interno. Tal como aconteceu em 2017, estas novas sondagens não serão partilhadas devido a estes resultados comprometeres. Club-K

 

Rate this item
(1 Vote)