Quinta, 06 de Outubro de 2022
Follow Us

Domingo, 24 Julho 2022 22:57

Álvaro Sobrinho terá desviado 15 milhões de euros do BES Angola para o Sporting

Álvaro Sobrinho, ex-presidente do BES Angola, é acusado de desviar 15 milhões de euros do banco, que 'foram parar' ao clube dos leões.

Segundo a CNN, a acusação é do Ministério Público (MP) e consta do processo que envolve um alegado desfalque milionário à sucursal do extinto BES em Angola.

A acusação revela que Godinho Lopes - à data presidente do Sporting - pediu ajuda a Álvaro Sobrinho. O esquema terá contado ainda com o apoio de José Maria Ricciardi, acionista da SAD, membro do Conselho Fiscal e administrador do Banco Espírito Santo de Investimento.

O dinheiro terá chegado aos cofres do Sporting em 2011 e 2012, numa fase em que os leões enfrentavam dificuldades financeiras, assim como em obter crédito junto dos bancos e, por consequência, não tinham dinheiro para pagar a jogadores e fazer contratações.

As mensagens a que o MP teve acesso revelam um pedido "no sentido de dotar o clube dos fundos necessários à aquisição e pagamentos dos jogadores de futebol que se anteviam necessários à obtenção de resultados naquela modalidade".

Elogios do banqueiro Ricciardi

Ainda segundo a estação televisiva, em fevereiro de 2012, Ricciardi escreveu uma mensagem a Sobrinho, na qual se lia: “Meu querido amigo, estou no Brasil mas nunca mais tive notícias suas. Desculpe a insistência, mas não se esqueça do nosso querido Clube!"

Um mês depois, nova mensagem: "Sei das conclusões da sua reunião com o Presidente do nosso querido Clube e Bem Haja! Acho que o Clube deve fazer ao meu amigo e à sua família uma Estátua junto ao Estádio de Alvalade!".

Contactado pela CNN Portugal, Ricciardi diz que nunca imaginou que o dinheiro vindo de Luanda era do BES Angola e não seria de Álvaro Sobrinho.

O MP garante que detetou 15 milhões de euros transferidos para o Sporting que pertenciam à sucursal do BES em Angola - 12 transferências entre 2011 e 2012.

Rate this item
(0 votes)