Segunda, 30 de Novembro de 2020
Follow Us

Sexta, 30 Outubro 2020 19:51

Refinaria de Cabinda custa USD 920 milhões

O projecto de construção da Refinaria de Cabinda custa 920 milhões de dólares norte-americanos, num investimento conjunto entre a Sonangol e a empresa Gemcorp.

A Sonangol e a Gemcorp (grupo de comércio e investimento em mercados emergentes) vão investir, na primeira fase do projecto, 220 milhões de dólares norte-americanos.

Segundo nota a que a Angop teve acesso, nesta sexta-feira, a refinaria, que será construída na planície de Malembo, 30 quilómetros a norte da capital de Cabinda, será o primeiro investimento privado desta natureza em Angola, com uso da mais recente tecnologia norte-americana para o seu desenho, operação e desenvolvimento em três fases, com adesão aos princípios do Equador.

Espera-se que a 1ª fase do projeto inclua 30 mil barris por dia da Unidade de Destilação de

Crude, com um dessalinizador, um tratamento de querosene e infra-estruturas auxiliares, incluindo um sistema de ancoragem de bóia convencional, oleodutos e instalação de armazenamento para mais de 1,2 milhões de barris.

As 2ª e a 3ª fases, lê-se na nota, irão tornar a Refinaria de Cabinda numa refinaria de conversão total, com uma capacidade de refinação adicional de 30 mil barris por dia e a instalação de um novo reformador catalítico, hidrotratador e unidade de craqueamento catalítico, totalizando despesas na ordem dos 700 milhões de dólares.

A construção formal do projecto começou em Março de 2020, com a limpeza e preparação total do terreno, cujos trabalhos terminaram em Agosto deste mesmo ano.

A vedação do local começou em Setembro de 2020 para 313 hectares de terra.

Já os itens principais de longo prazo foram encomendados para o início de Novembro deste ano 2020.

O projecto prevê criar aproximadamente dois mil empregos directos e indirectos para a comunidade, sustentando e apoiando as economias locais e nacionais.

Estas oportunidades abrangem as áreas de construção, engenharia, logística, segurança e administração.

Uma vez operacional, de acordo com o documento, a Refinaria também contribuirá para a segurança soberana de Angola, reduzindo a sua dependência na importação de produtos refinados, bem como aumentando as exportações dos mesmos com margens mais elevadas.

“Esta decisão final de investimento representa um dos principais objectivos estratégicos do Governo Angolano. A construção desta Refinaria proporcionará um aumento da capacidade de processamento de petróleo bruto a nível nacional e uma redução considerável da dependência do país na importação de produtos refinados, conforme previsto no Plano de Desenvolvimento Nacional", considerou Sebastião Gaspar Martins, presidente do Conselho de Administração da Sonangol citado na nota.

A Sonangol, acrescenta o responsável, tem o prazer de apoiar esta iniciativa privada que apresenta não só um grande contributo para o desenvolvimento socioeconómico de Angola e um incentivo ao aumento do investimento directo estrangeiro no país.

O investimento privado da Refinaria de Cabinda demonstra, para a Sonangol, o compromisso da Gemcorp com o desenvolvimento de activos estratégicos angolanos e a capacidade de entrega nos momentos mais desafiadores.

A Gemcorp está animada para entregar este projecto e apoiar os objectivos estratégicos de longo prazo do governo angolano, de independência energética e criação de empregos em Angola.

Através da Refinaria de Cabinda, a Gemcorp garante acelerar o alcance da comunidade, o treinamento e o impacto social.

“O plano de longo prazo é que a Refinaria de Cabinda maximize o emprego local e a transição para a operação por uma força de trabalho totalmente angolana”, de acordo com Atana Bostandjiev, presidente da Gemcorp.

Avança que a decisão final de investimento é um marco importante nos esforços da Gemcorp para continuar a construção formal no terreno. Este investimento privado, adianta, apoiará o objectivo de Angola de alcançar a independência energética e reduzir as importações de produtos refinados.

Utilizando o plano acordado com a Sonangol e o Governo de Angola, a refinaria irá substituir a necessidade de importações dispendiosas e criar milhares de oportunidades de emprego, proporcionando benefícios significativos a longo prazo para a economia angolana, principalmente na região de Cabinda.

A Gemcorp é um fundo de soluções de financiamento, comércio e cadeia de suprimentos, com a capacidade de combinar financiamento em grande escala com serviços de negociação física para clientes soberanos e corporativos.

São especialistas na gestão de cadeias de abastecimento desafiadoras, muitas vezes soluções personalizadas de origem própria, exercendo controlo físico do produto em toda a cadeia de abastecimento que combinam com profunda experiência financeira e de estruturação, fornecendo soluções sob medida com amplo controlo e mitigação de riscos por meio de convénios e estruturação de garantia.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up