Terça, 02 de Março de 2021
Follow Us

Sábado, 20 Junho 2020 18:52

Covid-19: Angola regista mais um óbito e quatros casos positivos

Angola tem confirmados quatro novos casos de covid-19 e mais uma morte, elevando o número total de infeções para 176, anunciou hoje o secretário de Estado angolano para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

De acordo com Franco Mufinda, que hoje fez em Luanda o balanço epidemiológico diário relativo à covid-19 em Angola, os quatro novos casos, relativos a cidadãos angolanos, são todos de transmissão local.

Dois destes casos estão relacionados com pacientes ou médicos da Clínica Multiperfil, em Luanda, que se encontrava até hoje sob cerca sanitária.

O quarto caso é o de um jovem de 18 anos de idade que estava internado na Clínica Girassol, teve uma descompensação do seu quadro de malária grave e iniciou durante o internamento “um quadro de insuficiência respiratória aguda grave”, acabando por morrer hoje, informou o secretário de Estado.

Franco Mufinda adiantou que o resultado do teste ao novo coronavírus foi obtido na sexta-feira ao final do dia e o jovem foi tratado desde essa altura como doente de covid-19, estando em curso o rastreio dos seus contactos.

Hoje foi levantada a cerca sanitária da Clinica Multiperfil, estando em curso a testagem de todos os seus profissionais de saúde, e será feita a desinfeção nos próximos dias.

Também a cerca do bairro Hoji Ya Henda, em Luanda, onde foram testadas mais de 3.000 pessoas, foi hoje levantada, mantendo-se a vigilância epidemiológica.

Angola regista até agora nove mortes associadas à covid-19 e 176 infeções com o novo corovanírus, 66 das quais são já casos recuperados, mantendo-se 101 ativos.

Foram colhidas 19.060 amostras, das quais 420 processadas na últimas 24 horas, e 596 pessoas cumprem quarentena institucional.

Levantada cerca sanitária do Hoji-Ya-Henda

Após 40 dias privados da livre circulação, 860 famílias do distrito do Hoji- Ya- Henda, município do Cazenga, voltaram, neste sábado, ao convívio normal, em consequência do levantamento da cerca sanitária imposta desde 10 de Maio último.

Levantada às 13 horas, a restrição sanitária que abrangeu três ruas do referido distrito, designadamente rua do São Pedro, Nova Luz e do Mata Gato, deveu-se ao facto de se ter registado um caso positivo importado da Covid-19, conhecido por “caso 31”, que resultou em mais 29 positivos dos seus contactos a nível local.

Este cordão contou com a testagem de três mil e 400 pessoas, entre os quais casos suspeitos que se encontram em quarentena institucional.

Na ocasião, o director da repartição da saúde do Cazenga, Zola Messo, afirmou que esta missão foi uma experiência difícil, sobretudo lidar com pessoas que de forma inesperada viram os seus espaços limitados como medida de evitar a propagação da doença.

Disse, no entanto, denotar-se um reforço da responsabilidade dos referidos moradores em relação a existência do coronavírus.

Já a administradora do distrito do Hoji-Ya-Henda, Branca Ferreira Nunes, admitiu que este período de confinamento motivou o redobrar de atenção à referida zona, com o aumento de palestra, intervenção social, no sentido de materializar na íntegra o princípio do distanciamento social que uma via de controlar a contaminação.

Rate this item
(1 Vote)
Last modified on Domingo, 21 Junho 2020 19:40

Log in or Sign up