Domingo, 26 de Mai de 2024
Follow Us

Quinta, 07 Março 2024 14:04

Burla: Casal compra móveis e electrodomésticos e envia comprovativo falso de transferência bancária para provar pagamento

Um casal fez compras de diversos electrodomésticos num armazém de móveis no município do Cazenga em Luanda, tendo o homem enviado à negociante um comprovativo falso da transferência bancária de um 1,7 milhões de kwanzas, ultrapassando o valor real da conta que era de 1,3 milhões, e exigiu à vendedora que lhe devolvesse o remanescente.

O facto ocorreu quando a lesada recebeu um telefonema do indivíduo, que não se encontra em Luanda, a manifestar o interesse de fazer compras de alguns móveis e eletrodomésticos no seu estabelecimento.

O homem encomendou-lhe vários móveis e electrodomésticos. Feito o acordo, o burlador disse à lesada que estava fora de Luanda, mas faria uma transferência bancária. De seguida, forneceu-lhe o contacto da sua namorada (detida), dizendo que ela faria o levantamento dos bens.

A comerciante transportou até à residência da namorada do homem os produtos encomendados e o acusado enviou-lhe um comprovativo de pagamento de mais de 1,7 milhões de kwanzas, ultrapassando assim a quantidade real do valor da conta.

Horas depois de a comerciante deixar os móveis e electrodomésticos, verificou que no comprovativo da transferência bancária constavam valores superiores ao acordado e de imediato ligou ao cliente para o informar.

O homem exigiu então que a comerciante lhe devolvesse o valor que estava a mais.

A lesada disse-lhe que "não poderia fazer a transferência sem que o valor se reflectisse na sua conta", porém o homem foi insistindo e naquele instante a vítima verificou algumas irregularidades no comprovativo e chegou à conclusão que estava diante de uma burla.

A vendedora dirigiu-se ao piquete do Cazenga e fez uma denúncia do casal. Diligências foram feitas e foi possível deter a acusada numa altura em que ela já estava a fazer a mudança de residência para fugir da comerciante.

O porta-voz da Direcção de Investigação e Ilícitos Penais (DIIP), Quintino Ferreira, disse que o homem está foragido, mas a namorada, que foi detida esta semana, será presente ao juiz de garantia.

Quanto aos móveis e electrodomésticos, foram todos recuperados e já se encontram na posse da comerciante. NJ

Rate this item
(1 Vote)