Segunda, 26 de Fevereiro de 2024
Follow Us

Terça, 28 Novembro 2023 13:15

Luanda volta a ser castigada pela chuva e registra falta de energia em diversos municípios

As fortes chuvas desde o início da manhã de terça-feira inundaram mais de duas mil casas na província de Luanda, sem registo de perdas humanas, mas provocando cortes de energia em diversos municípios da capital.

Os municípios de Viana, Belas, Cacuaco, Talatona, Kilamba Kiaxi e Cazenga são os mais críticos devido à chuva que cai sobre Luanda desde a madrugada de hoje, estão privados do fornecimento de energia eléctrica.

O comandante provincial adjunto do Serviço de Proteção Civil e Bombeiros, Bravo Mendes, destacou que as enxurradas das últimas 24 horas não provocaram mortes nem feridos, como geralmente acontece, principalmente por afogamento, arrasto ou eletrocussão.

“Não é normal que no mês de novembro aconteçam chuvas com o volume e intensidade que temos vindo a registar, foram praticamente 12 horas de chuvas entre moderadas a intensas e afetou todo o território da província de Luanda”, referiu.

Bravo Mendes disse que os números preliminares, que continuam a ser atualizados, dão conta de 2.056 residências inundadas, o que afetou mais de 10.000 pessoas, 92 vias obstruídas, intransitáveis e alagadas, havendo também o registo de inundações de igrejas, hospitais, esquadras, escolas, num total de 16 infraestruturas..

Por sua vez, o vice-governador de Luanda para o Setor Técnico e Infraestruturas, Cristino Ndeitunga, sublinhou que as fortes chuvas deixaram fortes desafios às autoridades ligados às inundações das vias, sobretudo secundárias e terciárias, mas também as estruturantes, designadamente a residências e acessos a serviços sociais.

Segundo Cristino Ndeitunga, estão a ser realizados trabalhos intensos no âmbito do programa de saneamento básico da província, com intervenções nas bacias de retenção para aumentar a sua capacidade e as condições da sua descarga em caso de sobrecarga.

 
Rate this item
(0 votes)