Domingo, 24 de Setembro de 2023
Follow Us

Sexta, 02 Junho 2023 15:17

Governo entrega cartões para isenção de taxistas ao novo preço da gasolina

Os primeiros 200 cartões para isenção aos taxistas, moto-taxistas e responsáveis de embarcações, do novo preço da gasolina, começaram a ser entregues, esta sexta-feira, em Luanda, pelo Governo.

Os cartões são personalizados, com a matrícula do meio de transporte e intransmissíveis, permitindo continuar a pagar o litro de gasolina ao preço de 160 kwanzas, ao invés dos 300, em função da nova tabela em vigor.

A medida, anunciada na quinta-feira pelo Executivo, explica que os restantes combustíveis derivados do petróleo, como o gasóleo, petróleo iluminante ou de cozinha, vão manter os preços actuais.

O director provincial dos Transportes, Tráfego e Mobilidade da capital do país, Filipe Cumandala, fez saber que a maior parte dos 200 cartões entregues simbolicamente são de moto-taxistas.

Adiantou que os dados apontam que a província de Luanda tem cerca de 5 mil taxistas e  25 mil moto-taxistas licenciados, neste momento.

Frisou que essa da tarde, o Governo Provincial de Luanda vai entregar os cartões às administrações municipais que “ainda hoje começam a fazer a entrega dos cartões a nível dos municípios”.

Filipe Cumandala reforça que as pessoas que foram licenciadas e não tiveram acesso aos cartões, neste primeiro dia de entrega, podem começar a dirigir-se às administrações municipais.

De acordo com o mesmo, o Governo está a trabalhar para emitir todos os cartões ao longo do mês de Junho.

Reforçou que os cartões serão carregados mensalmente de forma automática, cujo valor não revelado deverá variar em função da categoria. 

“Os cartões terão um retroactivo. A partir do momento que está licenciado entra para a base de dados e assim que receber o cartão terá já com o carregamento. Se o licenciamento for no dia 10 e receber no dia 20 terá o cartão carregado com  a data de  10”, enfatizou.

Filipe Cumandala explica que o cartão é individual, devendo constar o nome do titular, matrícula e o tipo de combustível a abastecer.

Por seu turno, o director do Gabinete da Agricultura e Pescas de Luanda, Vladimir Catinda, fez saber que nesta entrega simbólica receberam 50 dos 1.128 cartões necessários.

“Acredito que durante o mês vamos conseguir atingir a meta. Temos 1 128 embarcações marítimas e fluviais. Para as embarcações que ainda não estão licenciadas, o processo começa no município, para depois enviarem a direcção provincial”, enfatizou.

O mototaxista Samuel Mateus, que foi o primeiro a receber o cartão, considera como sendo uma mais-valia, porque vai permitir abastecer o seu motociclo.

“Sou motoqueiro há cinco anos. Trabalho no centro da cidade e o cartão vai ajudar no abastecimento. Com o processo, não há necessidade de subir a tarifa porque vou receber um saldo para o ajudar diariamente o meu trabalho”.

Já o taxista Benvindo Samuel disse que valeu a pena licenciar o táxi “para hoje ser contemplado com o cartão. Apelo aos que não fizeram o licenciamento para poderem obter o cartão e beneficiar da isenção”.

 

Dados errados condiciona entrega de determinados cartões

A inserção de dados errados nas fichas de licenciamento de determinados taxistas, moto-taxistas e responsáveis de embarcações está a condicionar a entrega de cartões para isenção do novo preço da gasolina, disse hoje, em Luanda, o director de comunicação institucional da Agência Nacional dos Transportes, Cambango Sebastião Fernandes.

Falando à imprensa, à margem da entrega dos primeiros 200 cartões aos taxistas, moto-taxistas e embarcações, o responsável disse que existem fichas com dados desconformes com o Bilhete de Identidade, número de telefone e a zona de residência.

“Os mais de 44 mil taxistas, moto-taxistas e embarcações para pesca artesanal, os seus dados não estão a cruzar, dificultando a emissão dos referidos cartões”, referiu.

Cambango Fernandes aconselha os visados, com dados desconformes, a recorrer às administrações municipais para resolverem a situação.

“Queremos apelar a todos utentes de táxis e moto-táxis, que ainda não receberam os seus cartões e estão vivenciando essas situações, a reclamarem, junto das administrações municipais e dos governos provinciais, para verem sanada esta situação”, reforçou.

Segundo o mesmo, enquanto “podermos cruzar dados fiéis e dignos, o impacto será maior naquilo que é a quantidade de cartões que é emitido e entregue”.

Reforçou que os cartões estão a ser entregues aos operadores de serviço que têm os seus veículos a gasolina, “porque a subvenção vai para a gasolina”

“Aos taxistas que licenciaram os meios fora do quadro do licenciamento massivo, queremos apelar à calma e a se digerirem aos gabinetes municipais, onde serão enquadrados na base dados para emissão dos cartões para a isenção do novo preço da gasolina”, enfatizou.

 

Rate this item
(0 votes)