Segunda, 26 de Setembro de 2022
Follow Us

Quinta, 03 Fevereiro 2022 13:03

Polícia preocupada com assaltos a viaturas de mercadorias que se registam em Luanda

O porta-voz da Polícia Nacional em Luanda manifestou hoje preocupação com os casos frequentes, nos últimos tempos, de assaltos a viaturas de transporte de mercadorias, alguns dos quais com registo de mortes.

Nestor Goubel falava à agência Lusa depois de divulgar a detenção, na quarta-feira, de dois homens, de 38 e 17 anos, acusados de furtarem grades de cerveja de uma viatura de transporte de mercadoria, no município de Viana, arredores de Luanda.

Segundo o responsável policial, este é o segundo caso que a polícia regista este ano, tendo o primeiro ocorrido no passado dia 19 de janeiro, quando um homem acabou morto a tiro por um segurança ao tentar assaltar um camião em movimento, que saía do Porto de Luanda, transportando sacos de arroz.

“No ano passado tivemos em Luanda, porque os outros foram nas províncias, um entre quatro e cinco casos, mas não devem passar de seis casos”, disse Nestor Goubel, salientando que a situação é preocupante, mas não alarmante, “porque os casos esfriaram um pouco fruto das medidas da polícia”.

De acordo com o porta-voz, tem havido uma campanha de sensibilização através dos órgãos de comunicação social “o que tem estado a esfriar um pouco esses apetites”.

Sobre as motivações, Nestor Goubel considerou que “é mesmo vontade de delapidar”, afastando os argumentos de crise social.

“Nós crescemos com dificuldade e nunca fomos assaltar carros, penso que há alguma vontade dos amigos do alheio que ficam à espreita já com alguma malícia de querer roubar, mas que fruto desse combate que temos estado a fazer tem estado a diminuir esta tendência”, realçou.

O porta-voz frisou que ações do género causam prejuízos aos proprietários das mercadorias e também um sentimento generalizado de insegurança, com o apoio das novas tecnologias.

“Há medidas que estão em curso ao nível dos municípios e estamos a sentir uma redução, tivemos aquele caso há três semanas e agora este, em que os indivíduos foram presos em flagrante”, sublinhou.

O porta-voz da Polícia de Luanda apelou aos proprietários das mercadorias a redobrarem a segurança para fazer face a estas situações, tendo em conta a dificuldade de a polícia se fazer presente em todas as artérias da cidade.

Nos últimos tempos, em várias províncias de Angola há relatos de casos do género, de pessoas que retiram de viaturas de transporte de mercadorias bens que carregam, algumas em andamento e outras que, por acidentes de viação ou avaria, são obrigados a parar.

Além de mortes entre os assaltantes, há igualmente o registo de óbitos entre os motoristas das viaturas.

No dia 8 de janeiro deste ano, o Serviço de Investigação Criminal anunciou a detenção de quatro pessoas que adquiriram produtos assaltados de um camião frigorífico, cujo condutor, proveniente de Luanda, acabou assassinado pelos assaltantes, na província do Cuanza Norte.

Nas redes sociais também circulam vários vídeos amadores de casos de assaltos a viaturas de mercadorias, quer de empresas, quer particulares, que acontecem um pouco por todo o país.

Rate this item
(1 Vote)