Domingo, 07 de Março de 2021
Follow Us

Sábado, 23 Janeiro 2021 18:24

Caso 28 facadas: Após alta médica cidadão diz que a menor é psicopata a solta

O cidadão angolano identificado por Jacinto Macanga, de 55 anos de idade, esfaqueado 28 vezes por uma jovem de 17 anos de idade, supostamente prostituta, recebeu, neste sábado, 23, alta médica do Hospital do Capalanga, em Viana, onde esteve internado quase duas semanas.

Em declarações, depois da alta, este voltou a afirmar que ambos conheceram-se através da rede social Facebook, em Dezembro de 2020, após pedido de amizade virtual da jovem, o que para Macanga não terá sido estranho, pois devido o sobrenome da acusada, pensou que fosse filha de um ex-colega deste, embora Regina tenha negado conhecer a pessoa de quem se tratava.

Vale recordar que, a data dos factos, isto é, a 11 de Janeiro corrente, informações davam conta que a vítima, tinha sido gravemente esfaqueado pela jovem, alegadamente contratada para prestar serviços de prostituição, segundo relatos avançados à Rádio Despertar.

No entanto, algumas testemunhas no local afirmavam que o esfaqueamento surgiu após o senhor recusar-se a pagar à jovem pelos serviços prestados, por um lado.

Por outro lado, alegações davam conta que, o cidadão carregava uma mala com grandes quantias monetárias, tendo a jovem, já detida, cometido tal acto com intuito de fugir com a mala de dinheiro, numa altura em que o homem esfaqueado 28 vezes, tivera sofrido uma paragem cardiorrespiratória.

Após estas versões, uma reportagem da Rádio Luanda, revelou tratar-se de uma adolescente que era abusada sexualmente há 3 anos, pelo suposto General das FAA, também amigo do pai da jovem, e que ameaçava matar as suas irmãs e a mãe, caso ela contasse à Polícia.

Cansada dos abusos que vinha sofrendo, disse a menor, levou uma faca à hospedaria onde teriam mais um encontro. No interior do quarto, resolveu agredi-lo com 28 golpes, que chegaram a atingir o coração e o pulmão, deixando o homem em estado grave.

Por sua vez, o suposto general que ainda se encontra debilitado na cama do hospital, disse à Rádio Luanda que conheceu a menor no Facebook, a adolescente pedia valores para suprir algumas necessidades, tendo este vir a transferir dinheiro, no dia 31 de Dezembro de 2020.

O homem disse ainda que era casado, e, que não poderia acontecer nada entre os dois por ela ser menor. Mesmo assim outras ocasiões o cidadão esfaqueado deu o seu cartão multibanco à jovem, que dias depois o sugeriu que fosse a uma hospedaria porque tinha um presente para ele.

Chegando no quarto da Hospedaria Pátio, em Viana, pediu para que ele fechasse os olhos, de seguida, a menor começou a diferir golpes em toda parte do corpo até chegar ajuda, contou o homem que por esta altura considera a menor de Psicopata a solta.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up