Quinta, 27 de Janeiro de 2022
Follow Us

Quarta, 11 Novembro 2020 17:38

Denúncia: Agentes do SIC no Hospital do Prenda querem tirar Nito Alves da sala de cirurgia

Agentes da corporação, afectos ao Serviço de Investigação Criminal (SIC), estão, há mais de duas horas, no Hospital do Prenda, em Luanda com uma viatura de chapa LD-82-18-HJ, com a missão de tirar o activista Nito Alves da sala de cirurgia para um lugar incerto, segundo uma denúncia pública.

De acordo com o denunciante, os supostos agentes do SIC colocaram os acompanhantes do activista para fora do hospital a poretes.

"Precisamos de alguém com transporte para ajudar a resgatar o Nito alves do Hospital do Prenda, onde a polícia está a tentar, até agora retirar o activista da sala de cirurgia" refere a denúncia posta a circular, acrescentando que o MPLA quer desaparecer com o cidadão angolano.

O Activista cívico, Nito Alves, em tratamento no hospital do Prenda, está gravemente ferido após ser agredido pela Polícia Nacional, nas imediações do Comando Provincial da Polícia Nacional em Luanda, durante a concentração para os protestos deste 11 de Novembro.

Nito Alves, um dos activistas do conhecido processo 15+2, encontrava-se inconsciente e carecendo de tratamento urgente, devido aos ferimentos graves que sofreu nas mãos da Polícia na Avenida Deolinda Rodrigues (estrada de Catete), quando este e outros jovens pretendiam exercer o seu direito constitucionalmente consagrado.

De salientar que, a Polícia Nacional de Angola, é acusada de disparar mortalmente contra um jovem activista, identificado como Lando Lucombo, durante a repressão contra os manifestantes, num dia que marca os 45 anos de independência no país.

O triste facto ocorreu no distrito do Rangel, imediações do Hospital Américo Boavida, segundo informações para Angola24Horas.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up