Sábado, 18 de Mai de 2024
Follow Us

Quinta, 10 Agosto 2023 16:40

Governos Provinciais devem tornar os seus Municípios atraentes para o investimento privado - PR

O Presidente da República, João Lourenço, encorajou nesta quinta-feira os governos provinciais e as administrações municipais a impulsionarem o desenvolvimento local, tendo em vista a atracção de mais investimento privado.

Ao intervir na abertura da 4ª Edição da Feira dos Municípios e Cidades de Angola e 9ª do Fórum Nacional dos Municípios e Cidades de Angola, João Lourenço sublinhou a importância desses órgãos da administração do Estado desempenharem um “papel crucial” para a redução das assimetrias existentes.

“Os governos provinciais e as administrações devem impulsionar o desenvolvimento de acordo com a realidade local e potenciar os factores de competividade no seu território”, expressou o Chefe de Estado angolano.

Considerou importante que se redobre a atenção na melhoria da qualidade dos serviços de saúde, educação e na potenciação dos recursos humanos, com o foco no aumento da produtividade.

Quanto ao Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), o Presidente da República disse que é “um caso de sucesso e bom exemplo de que podemos confiar na capacidade dos municípios na execução de obras de infra-estruturas com empresas locais”.

No quadro das tarefas fundamentais do Estado, destacou a atenção prestada pelo Executivo à implementação de projectos de infra-estruturas e prestação de serviços essenciais em áreas como saúde, educação, abastecimento de água/energia eléctrica, habitação, transporte e logística.

Notou que as referidas áreas são tão necessárias para a promoção do bem-estar da população quanto para o desenvolvimento da actividade económica dos empresários.

O Estadista lembrou que está em curso o programa de combate à seca no sul do país e sublinhou a construção do canal do Cafu, na província do Cunene, que permite captar e transferir água do Rio Cunene para várias povoações.

Num percurso de cerca de 165 quilómetros de extensão, o Canal de Cafu, prevê atender 235 mil habitantes, assegurar o abeberamento de 250 mil cabeças de gado e a irrigação de 16 mil hectares de terra.

Rate this item
(0 votes)