Terça, 16 de Julho de 2024
Follow Us

Sábado, 04 Março 2023 13:07

O Puzzle que o Juiz Conselheiro Carlos Teixeira deve montar no Tribunal de Contas

Exalgina Gamboa renunciou o seu mandato à 1 de Março de 2023, depois do Presidente da República João Manuel Gonçalves Lourenço ter manifestado a sua preocupação pela desobediência e o arrestar da “crise institucional” que o sistema judicial estava a viver.

Actualmente, o Tribunal de Contas apresenta um quadro de descontentamento já mais visto, desde a designação da Juíza Conselheira Exalgina Gamboa, os funcionários do Tdc viram algumas regalias a serem cortadas, com particular destaque para o seguro de saúde, assim como o “bónus” de maternidade que o Juiz Presidente Paulo Julião havia implementado.

Acontece que, arrogantemente Exalgina Gamboa, preferiu prejudicar os técnicos da instituição para investir milhões nas mobílias da sua luxuosa mansão no Malunga, assim como proceder a aquisição da vivenda no condomínio Dalm para sua Vice Presidente, actualmente a interinar.

Para onde vamos Angola? O cofre do Tribunal de Contas tem 4 milhões de USD para mobilar a mansão, mas não tem o mesmo valor para garantir o seguro de saúde dos funcionários? Infelizmente as prioridades da demissionária estavam invertidas.

O Presidente João Lourenço, manifestou o seu desejo em contar com o Conselheiro Carlos Teixeira para liderar o destino do Tdc nos próximos 7 anos, o que deverá acontecer nos próximos dias quando definirem os critérios do concurso curricular. Poderemos estar a perspectivar a abertura de uma vaga também no Tribunal Constitucional com a sua mudança para o Tdc.

Apelamos ao Senhor Professor Carlos Teixeira que ajude o Tribunal a voltar a trilhar o seu apessoado caminho do passado e que recupere a credibilidade institucional.

Justifica-se até ao momento o site do Tdc apresentar tantos défices ? Justifica-se a falta de convénios bonificados para os funcionários? Justifica-se as condições materiais que o Tdc oferece para desempenhar as funções ? O Prof. Carlos Teixeira tem uma tarefa árdua pela frente e que auguramos sabedoria para montar bem o Puzzle, o seu CV publicado nos últimos dias, aparenta estar à altura do desafio;

“Não avançaremos com uma justiça forte com líderes fracos e sem prestígio a nível internacional”

Rate this item
(0 votes)