Domingo, 05 de Fevereiro de 2023
Follow Us

Quarta, 07 Dezembro 2022 22:36

Sucessão de João Lourenço não é um jogo de “wela”, diz Bento Kangamba

O general na reforma Bento Kangamba negou que houvesse divisões dentro do MPLA sobre as revisões constitucionais.

Falando à Voz da América em Benguela, o general abordou notícias de que numa recente reunião do Comité Central do MPLA o antigo secretário geral do partido Álvaro de Boavida Neto teria criticado o Presidente João Lourenço pela referência a uma eventual alteração da Constituição da República.

O Presidente disse recentemente estar pronto a iniciar discussões com os partidos da oposição sobre alterações à Constituição algo que a UNITA diz aceitar, mas sem qualquer alteração ao limite a dois mandatos do Presidente.

Bento Kangamba fala em sucessão natural, imposta por lei, e acrescenta que o perfil do próximo líder exige responsabilidade na hora das escolhas.

"Não tratamos isso assim de ânimo leve, não pode ser tipo estamos a jogar ‘wela’, entra o meu primo ou irmã", disse.
“O partido vai ver que saúde goza o nosso líder, que saúde goza o MPLA e depois sentamos. Quando alguém acaba um mandato é claro que tem de haver sucessão”, disse o general Kangamba.

Ele destacou que Álvaro de Boavida Neto foi aplaudido por ter avançado com novos métodos de trabalho.

“Quando falas algo que interessa aos membros do Comité Central… o camarada Boavida foi aplaudido porque abordou aquilo que devemos fazer”, disse.

“As pessoas querem encontrar divisões e intrigas, só que não há”, acrescentou.

“Nós, militantes, sabemos que são mais cinco anos, estamos a pensar nas comunidades, mudar as condições sociais das populações, fazer sentir o programa junto dos mais pobres”, disse ainda Bento Kangamba. VOA

Rate this item
(0 votes)